Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como baixar o colesterol ruim (LDL)

O controle do colesterol LDL é essencial para o bom funcionamento do organismo, de forma que o corpo possa produzir os hormônios corretamente e impedir que se formem placas de aterosclerose nos vasos sanguíneos. Por isso, seus valores devem ser mantidos dentro dos níveis adequados, que podem ser abaixo de 130, 100, 70 ou 50 mg/dl, variando de acordo com os hábitos de vida e histórico de doenças de cada pessoa.

Quando o colesterol LDL está alto, aumenta-se o risco de doenças cardiovasculares, como angina, infarto ou AVC, por exemplo, por isso, para mantê-los controlados, é importante ter hábitos de vida saudáveis, evitando-se o tabagismo, praticando exercícios físicos, tendo uma alimentação pobre em gorduras e açúcares, e em alguns casos com o uso de remédios hipolipemiantes, indicados pelo médico.

Veja como deve ser a dieta para o colesterol neste vídeo:

Dieta para COLESTEROL ALTO

1038 mil visualizações

Porque o Colesterol LDL aumenta

O colesterol LDL alto é ruim para a saúde porque participa da formação das placas de ateromas nos vasos do coração e do cérebro, restringindo a passagem de sangue por estes órgãos, favorecendo o infarto ou acidente vascular cerebral.

A elevação do LDL pode ser causados por fatores hereditários, sedentarismo, alimentação e idade, sendo particularmente perigoso porque não apresenta sintomas. Seu tratamento é feito com simples mudanças na alimentação, prática regular de atividade física e, em alguns casos, uso de medicamentos para o colesterol, como Sinvastatina, Atorvastatina ou Rosuvastatina, por exemplo, receitados pelo médico. Veja alguns exemplos: Remédios para baixar o colesterol.

Sintomas do colesterol LDL alto

O colesterol (LDL) alto não apresenta nenhum sintoma, por isso recomenda-se a realização de exames laboratoriais de rotina dos níveis de colesterol total e frações. A recomendação para realização desses exames deve ser individualizada, e orientada pelo médico, sendo que pessoas com fatores de riscos associados, como hipertensão, diabetes, tabagismo ou que apresentam história familiar de colesterol elevado, necessitam de um cuidado maior e devem realizar esses exames anualmente.

Pode-se suspeitar de colesterol LDL alto quando se está acima do peso ideal e quando se faz uma alimentação desregrada, com excesso de refrigerantes, frituras, carnes gordurosas e doces.

Valores de referência para o colesterol LDL

Os valores de referência para o colesterol LDL estão entre 50 e 130 mg/dl, no entanto esse valor pode variar de acordo com risco cardiovascular de cada pessoa:

Risco cardiovascularQuem pode estar incluído neste riscoValor recomendado de Colesterol LDL (mau)
Risco cardiovascular baixoPessoas jovens, sem doenças ou com hipertensão bem controlada, com colesterol total entre 70 e 189 mg/dl.< 130 mg/dl
Risco cardiovascular intermediárioPessoas com 1 ou 2 fatores de risco, como tabagismo, pressão alta, obesidade, arritmia controlada,  ou diabetes que seja inicial, leve e bem controlado, dentre outros.< 100 mg/dl
Risco cardiovascular altoPessoas com placas de colesterol nos vasos vistas pelo ultrassom, aneurisma de aorta abdominal, doença renal crônica, com colesterol total superior 190mg/dl, diabetes há mais de 10 anos ou com múltiplos fatores de risco, dentre outros.< 70 mg/dl
Risco cardiovascular muito altoPessoas com angina, infarto, AVC ou outro tipo de obstrução arterial por placas de aterosclerose, ou com qualquer obstrução arterial grave observado no exame, dentre outros.< 50 mg/dl

Alimentação para controlar o colesterol LDL

Para manter o colesterol LDL dentro dos valores ideais, é recomendado respeitar algumas regras alimentares:

O que comer para regular o colesterol
O que comer para regular o colesterol
O que não comer para regular o colesterol
O que não comer para regular o colesterol
O que comerO que não comer ou evitar
leite e iogurte desnatadoleite e iogurte integral
queijos brancos e lightqueijos amarelos, como queijo prato, catupiri e mussarela
carnes brancas ou vermelhas grelhadas ou cozidasenchidos como mortadela, salame, presunto, carnes gordurosas
frutas e de sucos de frutas naturaisrefrigerantes e sucos industrializados
comer diariamente legumes e hortaliçasfrituras e alimentos ricos em gordura trans

Alimentos como alho, alcachofra, berinjela, cenoura e óleo de camelina são ótimos para controlar o colesterol LDL naturalmente. Assim como os alimentos ricos em ômega 3, 6 e 9. Mas os sucos de fruta naturais também são ótimos aliados. Veja alguns exemplos e como preparar: Melhores sucos para controlar o colesterol.

Bibliografia >

  • MAHAN, L. Kathleen et al. Krause: Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 13.ed. São Paulo: Elsevier Editora, 2013. 744-747.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem