Xarope para bronquite: caseiros e de farmácia

Os xaropes para bronquite que geralmente são indicados pelo pneumologista são xaropes expectorantes, antitussígenos ou mucolíticos, como N-acetilcisteína, ambroxol ou dextrometorfano, pois agem facilitando a eliminação do catarro ou ajudam a abrir os brônquios, aliviando a tosse seca ou com catarro, ou o chiado no peito, melhorando a respiração.

Além disso, xaropes caseiros podem ajudar a aliviar os sintomas e complementar o tratamento médico, como o xarope de tomilho ou o xarope de agrião e abacaxi, pois têm ação anti-inflamatória e expectorante, ajudando a aliviar os sintomas da bronquite.

Os xaropes para bronquite devem ser indicados pelo médico de acordo com os sintomas, pois pode ser necessário uso de outros remédios na forma de bombinhas ou comprimidos. Confira os principais tratamentos para bronquite.

Xarope para bronquite: caseiros e de farmácia

Xaropes de farmácia

Os xaropes de farmácia mais indicados pelo pneumologista para o tratamento da bronquite incluem:

1. N-acetilcisteína

A N-acetilcisteína é um xarope mucolítico que age fluidificando as secreções produzidas nos pulmões, facilitando a sua eliminação das vias respiratórias, sendo principalmente indicado para aliviar a tosse com catarro.

Este xarope pode ser utilizado por adultos em casos de bronquite aguda ou crônica. Para crianças com mais de 2 anos de idade, o xarope de n-acetilcisteína pediátrico só deve ser usado com orientação do pediatra. 

2. Ambroxol

O xarope de ambroxol é um expectorante, que pode ser usado para o tratamento da bronquite, especialmente da bronquite crônica, pois ajuda a deixar o catarro menos grosso, o que facilita sua eliminação. Além disso, também podem ter ação antitussígena, ou seja, ajuda a aliviar a tosse. 

3. Dextrometorfano 

O xarope de dextrometorfano é um antitussígenos indicado para os casos de tosse seca,, sem catarro, pois ajuda a diminuir a tosse por agir diretamente no cérebro na região que controla o reflexo da tosse, aliviando esse sintoma.

Esse xarope deve sempre ser indicado pelo médico e pode ser usado para bronquite aguda ou crônica com tosse seca, sem catarro, e não são indicados quando existe suspeita de infecção bacteriana respiratória.

4. Salbutamol

O xarope de salbutamol é um broncodilatador que age relaxando o músculo das paredes dos brônquios, abrindo as vias respiratórias e permitindo um alívio do aperto no peito e da tosse, facilitando a respiração.

Esse xarope pode ser indicado pelo médico para os casos de bronquite crônica para ser usado de forma contínua ou durante as crises de bronquite. Em alguns casos, o xarope de salbutamol  pode ser usado para a bronquite aguda, especialmente quando a pessoa apresenta chiado no peito ao respirar ou obstrução das vias respiratórias, por exemplo. 

Outra forma de utilizar o salbutamol para relaxar a parede dos brônquios é na forma de bombinhas para uso inalatório ou nebulização, especialmente em idosos ou pessoas com diminuição da capacidade respiratória.

Xaropes caseiros para bronquite

Os xaropes caseiros para bronquite são uma opção natural para aliviar a tosse ou aumentar a eliminação do catarro e podem ser usados para complementar o tratamento médico.

1. Xarope de cebola e limão

O xarope caseiro de cebola e limão tem propriedades anti-inflamatórias e expectorantes que ajudam a eliminar as secreções presentes nas vias respiratórias, sendo uma boa opção natural para combater a tosse causada pela bronquite.

Esse xarope não deve ser usado por pessoas que têm alergia ao pólen, mel ou própolis.

Ingredientes

  • 1 cebola grande;
  • Suco puro de 2 limões;
  • ½ xícara de açúcar mascavo;
  • 2 colheres de mel.

Modo de preparo

Cortar a cebola em rodelas e colocar em um recipiente de vidro juntamente com o mel, depois adicionar o suco de limão e o açúcar mascavo. Após misturar tudo, tampar o recipiente com um pano e deixar descansar durante um dia inteiro. Coar o xarope resultante e o remédio caseiro está pronto para ser usado.

Deve-se tomar 1 colher deste xarope, 3 vezes ao dia. Além disso, é recomendado comer cebola crua, em saladas por exemplo, e consumir mel.

2. Xarope de agrião e abacaxi

O xarope caseiro, preparado com abacaxi e agrião, possui propriedades expectorantes e descongestionantes que diminuem os sintomas da bronquite e tosse assim como os outros ingredientes, e por isso é um ótimo complemento terapêutico para bronquite.

Ingredientes

  • 200 g de nabo;
  • 1/3 do molho de agrião picado;
  • 1/2 abacaxi cortado em rodelas;
  • 2 beterrabas picadas;
  • 600 mL de água;
  • 1/2 xícara de mel.

Modo de preparo

Bater todos os ingredientes no liquidificador e depois levar a mistura ao fogo baixo durante 40 minutos. Esperar amornar, coar, adicionar 1/2 xícara de mel e misturar bem. Tomar 1 colher de sopa desse xarope 3 vezes ao dia. Para a criança, a medida deve ser de 1 colher de café, 3 vezes ao dia.

Esse xarope não deve ser usado por mulheres grávidas ou por pessoas alérgicas ao mel, própolis ou pólen.

3. Xarope de gengibre com canela

O xarope de gengibre com canela possui propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e expectorantes, por conter gingerol na sua composição, o que ajuda a combater a tosse com catarro causada pela bronquite.

Ingredientes

  • 1 pau de canela ou 1 colher de chá de canela em pó;
  • 1 xícara da raiz de gengibre sem casca fatiado;
  • 85 g de açúcar;
  • 100 mL de água.

Modo de preparo

Ferver a água com o açúcar, mexendo até dissolver completamente o açúcar. Desligar o fogo, adicionar o gengibre e a canela, e mexer. Guardar o xarope em um frasco de vidro limpo e seco. Tomar 1 colher de chá do xarope de gengibre com canela 3 vezes ao dia.

O xarope de gengibre com canela não deve ser usado por pessoas com problemas de coagulação ou que usem remédios anticoagulantes, pois pode aumentar o risco de sangramentos e hematomas. 

Além disso, o uso deste xarope deve ser evitado por grávidas se estiverem próximo ao parto ou em mulheres com histórico de aborto, problemas de coagulação ou que tenham risco de hemorragias.

4. Xarope de tomilho

O xarope de tomilho é rico em substâncias anti-inflamatórias e antioxidantes, como timol, carvacrol, cimeno e linalol, com ação expectorante, que permitem a eliminação do catarro aliviando a tosse da bronquite alérgica.

Ingredientes

  • 1 ramo de tomilho seco ou fresco;
  • 3 xícaras de água,
  • ½ xícara de mel.

Modo de preparo

Adicionar o tomilho e água em um recipiente e ferver em fogo baixo até que a água evapore, diminuindo um terço da quantidade inicial. Desligar o fogo e deixar repousar por cerca de 3 minutos. Em seguida, quando estiver morno, retirar o ramo de tomilho e adicionar o mel. 

Tomar uma colher de chá do xarope sempre que necessário e guardar em um frasco de vidro limpo e seco, na geladeira, por até 2 meses.

O xarope de tomilho não deve ser usado por pessoas com problemas no estômago como gastrite ou úlcera, por pessoas com doenças no fígado ou que usam remédios anticoagulantes como varfarina ou clopidogrel, por exemplo.

Além disso, por conter mel, esse xarope não deve ser usado por pessoas que têm alergia ao mel, própolis ou pólen. Neste caso, pode-se substituir o mel por 85 g de açúcar.

Outra forma de utilizar o tomilho para bronquite é na forma de chá. Saiba como preparar o chá de tomilho para bronquite.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • KEMMERICH, B.; EBERHARDT, R.; STAMMER, H. Efficacy and tolerability of a fluid extract combination of thyme herb and ivy leaves and matched placebo in adults suffering from acute bronchitis with productive cough. A prospective, double-blind, placebo-controlled clinical trial. Arzneimittelforschung. 56. 9; 652-60, 2006
  • ALBERT, R. H. Diagnosis and treatment of acute bronchitis. Am Fam Physician. 82. 11; 1345-50, 2010
  • POOLE, P. Mucolytic agents versus placebo for chronic bronchitis or chronic obstructive pulmonary disease. Cochrane Database Syst Rev. 5. 5; CD001287, 2019
  • SMITH, S. M.; SCHOEDER, K.; FAHEY, T. Over-the-counter (OTC) medications for acute cough in children and adults in ambulatory settings. Cochrane Database Syst Rev. 8. CD001831, 2012
  • AL-KHALAF, M. I. Thyme and thymol effects on induced bronchial asthma in mice. Life Science Journal. 10. 2; 693-699, 2013
  • TOWSEND, Elizabeth A.; et al. Effects of Ginger and Its Constituents on Airway Smooth Muscle Relaxation and Calcium Regulation. American Journal of Respiratory Cell and Molecular Biology. 48. 2; 1-7, 2012
  • CAZZOLA, Mario; et al. Influence of N-acetylcysteine on chronic bronchitis or COPD exacerbations: a meta-analysis. Eur Respir Rev. 24. 137; 451-61, 2015
  • PAUL, Ian M.; et al. Effect of Honey, Dextromethorphan, and No Treatment on Nocturnal Cough and Sleep Quality for Coughing Children and Their Parents. Arch Pediatr Adolesc Med. 161. 12; 1140-1146, 2007
  • CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA. Guia de prática clínica: sinais e sintomas respiratórios: tosse. 2021. Disponível em: <https://www.cff.org.br/userfiles/GuiaTosse.pdf>. Acesso em 02 Ago 2021
  • KOKDAN, Esmaeel Panahi; et al. A Narrative Review on Therapeutic Potentials of Watercress in Human Disorders. Evid Based Complement Alternat Med. 2021. 5516450, 2021
Mais sobre este assunto: