Puberdade precoce: o que é, sintomas, causas e tratamento

agosto 2022

A puberdade precoce é o aparecimento das características sexuais femininas e masculinas antes dos 8 anos, nas meninas, e antes dos 9 anos, no caso dos meninos, como aparecimento de pelos nas axilas e pubianos, desenvolvimento das mamas, aumento do volume dos testículos e aumento da oleosidade da pele.

A puberdade precoce pode acontecer como consequência de diversas situações, como alterações no sistema nervoso ou presença de tumor, por exemplo, sendo normalmente indicado pelo médico a realização de exames de imagem, para identificar a causas, e exames laboratoriais para avaliar os níveis de hormônios.

É importante que a causa da puberdade precoce seja identificada, pois assim o pediatra pode indicar o tratamento específico, evitando possíveis complicações.

Sintomas de puberdade precoce

Os principais sinais e sintomas de puberdade precoce são:

  • Aparecimento de pelos pubianos e nas axilas;
  • Aumento da oleosidade da pele, podendo ser notado o aparecimento de espinhas;
  • Desenvolvimento das mamas e primeira menstruação (menarca), no caso das meninas;
  • Aumento do volume do testículo e do tamanho do pênis, no caso dos meninos;
  • Engrossamento da voz, no caso dos meninos.

Os sintomas de puberdade precoce surgem antes dos 8 anos, no caso das meninas, e antes dos 9 anos, no casos dos meninos. Caso seja notada qualquer característica indicativa de puberdade precoce, é importante que a criança seja consultada pelo pediatra para que seja feita uma avaliação geral e, assim, ser iniciado o tratamento, se houver necessidade.

Como é feito o diagnóstico

A maioria dos casos de puberdade precoce é diagnosticado apenas por meio da avaliação dos sinais e sintomas apresentados pela criança. No entanto, no caso de suspeita de alteração grave ou síndrome, o médico pode recomendar a realização de exames como raio-X, ultrassom da pelve e das suprarrenais, tomografia computadorizada ou ressonância magnética, por exemplo.

Além disso, pode ser indicada a dosagem no sangue de alguns hormônios como LH, FSH, LH, FSH e GnRH, estradiol para meninas, e testosterona para meninos. O pediatra pode ainda solicitar outros exames que achar necessário para identificar a causa da puberdade precoce e decidir se é preciso realizar algum tratamento.

Principais causas

A puberdade precoce pode acontecer como consequência a diversas situações, sendo as principais:

  • Alteração no sistema nervoso;
  • Presença de tumor nos ovários, o que leva à produção precoce de hormônios femininos, favorecendo a puberdade;
  • Alterações hormonais devido a lesões cranianas;
  • Presença de tumor nos testículos.

É importante que a causa da puberdade precoce seja identificada, pois assim o médico consegue indicar o tratamento mais adequado, se houver necessidade.

Como é feito o tratamento

Nem sempre é preciso diminuir o ritmo de crescimento da criança, parando a puberdade antes da hora, isso porque a necessidade de tratamento depende da causa da puberdade precoce e idade da criança. Quando a criança tem mais de 8 anos, o médico pode concluir que se trata de uma puberdade precoce menos grave, porque provavelmente não é causada por um tumor.

Quando começa antes dos 8 anos, especialmente no bebê, pode ser sugestivo da presença de tumor e o tratamento pode ser feito com medicamentos bloqueadores hormonais, podendo ser preciso fazer radioterapia, quimioterapia ou cirurgia, pois assim é possível prevenir algumas complicações.

A criança que apresenta um quadro de puberdade precoce deve ser acompanhada por um psicólogo pois a sociedade pode exigir dela comportamentos mais maduros quando ela ainda é uma criança, o que pode ser confuso.

É importante também que a criança saiba que deve comporta-se adequadamente à sua idade para que ela tenha um bom desenvolvimento geral e se ela ainda tiver desejos de criança como brincar com os amigos, por exemplo, este desejo deve ser respeitado e até mesmo estimulado.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em agosto de 2022.

Bibliografia

  • SOCIEDADE DE PEDIATRIA DE SÃO PAULO. Puberdade Precoce. 2021. Disponível em: <https://www.spsp.org.br/site/asp/boletins/AtualizeA6N4.pdf>. Acesso em 03 ago 2022
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.