Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Primeiros Socorros em Caso de Mordida de Rato

A mordida de rato deve ser tratada rapidamente, pois provoca o risco de transmitir infecções e causar doenças como febre da mordedura do rato, leptospirose ou, até mesmo, raiva. 

Os primeiros-socorros devem ser iniciados ainda em casa, assim que o acidente acontecer, e consiste em:

  1. Lavar o ferimento com água corrente e sabão, ou com soro fisiológico, durante 5 a 10 minutos, removendo restos de saliva ou qualquer impureza que possa estar contaminando a ferida;
  2. Cobrir a região com uma gaze ou pano limpo;
  3. Ir ao posto de saúde ou pronto-socorro, onde poderá ser feita nova lavagem da ferida, a desinfecção com polvidine ou clorexidine e, caso seja necessário, a remoção de algum tecido morto e sutura pelo médico.

Após o procedimento, é feito um curativo, que deve ser trocado no dia seguintes ou antes, caso o curativo molhe ou fique sujo com sangue ou secreções. Caso a ferida passe a apresentar sinais de infecção, como secreção purulenta, vermelhidão ou inchaço, o médico poderá prescrever o uso de um antibiótico.

Confira, no vídeo a seguir, mais dicas do que fazer em caso de mordida de qualquer animal:

Quando é necessário tomar vacinas

A vacina contra o tétano é recomendada após este tipo de ferimento, caso ela não esteja em dia, pois evita a infecção pela bactéria Clostridium tetani, que está presente no ambiente, como no solo ou no pó. Veja quando tomar a vacina do tétano.

Já avacina contra a raiva ou o soro antirrábico podem ser indicados caso o rato seja de origem desconhecida, pois nestes casos o risco de transmissão do vírus da raiva é maior. No caso de ratos domésticos ou hamsters, o risco é muito menor e não é necessário tomar vacina, exceto se o animal apresentar mudanças de comportamento ou sintomas característicos da raiva. Confira também quando a vacina antirrábica é necessária.

Quais doenças podem ser transmitidas

O rato pode conter microorganismos nas suas secreções que causam doenças em serem humanos, principalmente o rato de esgoto.

A principal doença que pode surgir é a Febre da Mordida do rato, em que bactérias como a Streptobacillus moniliformis, podem atingir a corrente sanguínea e provocar febre, mal estar, vermelhidão na pele, dores musculares, vômitos e, em alguns casos, provocar complicações graves como pneumonia, meningite e abscessos pelo corpo. Saiba mais sobre os sintomas e tratamento da febre da mordida do rato.

Outras doenças que podem ser transmitidas pelas secreções de ratos e roedores incluem leptospirose, hantavirose, raiva ou peste bubônica, por exemplo, que podem ser graves e levar a pessoa à morte- Por isso, é muito importante adotar medidas de higienização do ambiente, como remover lixos, entulhos, sujeiras e manter as plantas bem cuidadas, para prevenir a presença destes animais próximo às casas. 

Mais sobre este assunto:


Carregando
...