Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Conheça as formas de transmissão para prevenir as Hepatites A, B e C

As principais formas de transmissão da hepatite são o contato íntimo sem preservativo, contato com o sangue, algumas secreções ou objetos cortantes contaminados, e até mesmo o consumo de água ou alimentos contaminados.

E por isso para prevenir a hepatite viral é aconselhado evitar todos estes fatores e tomar as vacinas existentes para evitar o desenvolvimento da hepatite, uma inflamação no fígado que pode ser crônica e aumenta o risco de cirrose e de câncer hepático, por exemplo.

Conheça as formas de transmissão para prevenir as Hepatites A, B e C

Como prevenir a hepatite A

A transmissão da hepatite A ocorre através da ingestão do vírus encontrado em água, alimentos ou fezes de pessoas contaminadas. Dessa forma, um indivíduo contaminado pode passar a doença para outros quando com suas mãos sujas de pequenas partículas de fezes, manipula alimentos que serão ingeridos por outros.

A contaminação também ocorre quando há falta de saneamento básico as fezes contaminadas chegam a rios, nascentes ou até mesmo plantações, e por isso é comum que numa mesma localidade existam muitas pessoas infectadas com hepatite A.

Para evitar a contaminação com o vírus da hepatite A recomenda-se:

  • Tomar a vacina contra hepatite A, de acordo com as recomendações do Ministério da Saúde;
  • Ter bons hábitos de higiene lavando bem as mãos antes de comer e depois de usar o banheiro. Veja como lavar bem as mãos.
  • Evitar os alimentos crus e desinfetar bem os alimentos antes de ingerir, deixando os alimentos de molho em água clorada durante 10 minutos;
  • Preferir alimentos cozidos ou grelhados porque assim os vírus são eliminados;
  • Beber somente água potável: mineral, filtrada ou fervida e ter os mesmos cuidados ao fazer sucos, e evitar o consumo de água, suco, picolé, sacolé, gelinho e saladas que podem ter sido preparadas em más condições de higiene.

As pessoas com maior risco de contrair o vírus da hepatite A são portadores de hepatite C, moradores de regiões com pouco saneamento básico e as crianças, e quando estas estão infectadas, aumentam o risco de contaminar os pais, irmãos e professores.

Como prevenir a hepatite B e C

A transmissão da hepatite B e C ocorre através do contato com sangue ou secreções contaminadas. Dessa forma sempre que o sangue ou secreções vaginais e penianas de uma pessoa com hepatite B entra em contato direto com feridas abertas ou pequenos vasos sanguíneos, o outro pode ser contaminado.

Para prevenir a hepatite B e C é aconselhado:

  • Tomar a vacina da hepatite B, embora ainda não haja vacina contra hepatite C;
  • Usar preservativo em todo contato íntimo;
  • Exigir material descartável novo sempre que realizar piercings, tatuagens e acupuntura;
  • Não usar drogas injetáveis ou utilizar material esterilizado;
  • Não partilhas objetos de uso pessoal com kit de manicure e lâmina de barbear;
  • Usar sempre luvas descartáveis se for socorrer ou tratar das feridas de alguém.

As hepatites B e C também podem ser transmitidas por profissionais de saúde como médico, enfermeiro ou dentista, quando este encontra-se infectado e não segue todas as normas de segurança como usar luvas sempre que entrar em contato com sangue, secreções ou usar instrumentos que podem cortar a pele, por exemplo.

Porque deve-se evitar a hepatite

A hepatite é uma inflamação do fígado, que nem sempre apresenta sintomas e por isso a pessoa pode estar contaminada e passar a doença para outros. Assim, é recomendado que todos sigam estas normas de segurança durante toda a vida para evitar ser contaminado e a transmissão da hepatite para outros.

A hepatite é uma inflamação do fígado que mesmo realizando o tratamento adequado, nem sempre tem cura, e isto aumenta o risco de complicações hepáticas como cirrose, ascite e câncer no fígado, por exemplo.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...