Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas, causas e tratamento da pressão baixa

A pressão baixa, também chamada de hipotensão arterial, acontece quando a pressão atinge valores iguais ou inferiores a 9 por 6 (90 mmHg x 60 mmHg).

Geralmente, os indivíduos com pressão baixa não apresentam sintomas e, por isso, esta situação, normalmente, não é problemática, no entanto existem algumas pessoas que podem apresentar sintomas como dor de cabeça, tontura, fraqueza ou sensação de desmaio, por exemplo.

A pressão baixa é perigosa nos pacientes graves que apresentam-se em estado de choque que pode ser por perda excessiva de sangue, por falência do coração, por infecções graves como a sepse, dentre outras causas. Nesses casos, o paciente necessita de remédios na veia para o aumento da pressão sanguínea, evitando a parada cardiorrespiratória. 

Sintomas de pressão baixa

Os sintomas de pressão baixa incluem:

  • Sensação de fraqueza;
  • Vista escura quando o indivíduo levanta-se rapidamente;
  • Tontura e dor de cabeça;
  • Sono ou desmaio.

O indivíduo com estes sintomas deve medir a pressão para saber se ela realmente está baixa e consultar o clínico geral ou o cardiologista para diagnosticar o problema e iniciar o tratamento adequado.

Assista no vídeo a seguir o passo a passo para medir a pressão corretamente:

O que fazer quando a pressão está baixa

As orientações médicas dadas aos pacientes que costumam apresentar quedas de pressão é que, no início de sintomas de tontura, suor frio ou mal estar, o indivíduo:

  • Deite de barriga para cima, colocando as pernas em cima de uma cadeira, de forma que as mesmas permaneçam mais altas do que o restante do corpo.

Elevar as pernas, faz com que o sangue retorne mais facilmente ao coração e ao cérebro, normalizando a pressão do paciente.

Usar o sal na pressão baixa, colocando-o embaixo da língua, quando o indivíduo apresenta estes sintomas não é recomendado porque o sal não tem efeito imediato, ele pode demorar horas para aumentar a pressão.

Para as pessoas que tem tendência a ficar com a pressão muito baixa e com sintomas de pressão baixa, é indicado comer de 3 em 3 horas e beber bastante água ao longo do dia, para manter a pressão sob controle.

Pressão baixa na gravidez

A pressão baixa na gravidez é frequente no início da gestação, mas geralmente, não traz complicações para o bebê, e está relacionada com a ação do hormônio relaxina sobre as veias. Além disso, o feto necessita de uma maior quantidade de sangue, e por isso, naturalmente, diminui a quantidade de sangue nas artérias da mãe, causando a pressão baixa.

Se a gestante apresentar sintomas de pressão baixa também deve deitar de barriga para cima, mantendo as pernas elevadas para normalizar a pressão. No entanto, se não houver melhora dos sintomas é recomendado que a mulher consulte o seu obstetra para investigar as causas dessa hipotensão e sua possível correção.

Leia mais detalhes sobre a pressão baixa na gravidez em: Conheça os riscos e como tratar a pressão baixa na gravidez

Possíveis causas da pressão baixa

A pressão baixa pode ser provocada por:

  • Ficar muito tempo de pé (hipotensão postural);
  • Calor excessivo;
  • Hemorragia;
  • Hipoglicemia;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Alimentação pobre em sal;
  • Desidratação.

Outras causas comuns da pressão baixa incluem o uso de remédios laxantes, anti-hipertensivos e remédios para emagrecer.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...