Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Saiba quais são os piores exercícios para praticar na Gravidez

Os piores exercícios para praticar na gravidez são aqueles que provocam risco de lesões na barriga, quedas ou que forçam muito o abdômen e as costas da mulher. Assim, os exercícios contraindicados durante a gestação são os abdominais, as flexões, os saltos, a corrida e os exercícios que necessitem de equilíbrio, que prendam a respiração ou que sejam feito com a barriga para baixo.

O ideal é perguntar ao médico durante as consultas de pré-natal se há alguma contraindicação para praticar atividade física durante a gestação, pois o tipo de exercício a ser praticado depende do histórico de saúde da gestante e da saúde geral da gravidez.

Saiba quais são os piores exercícios para praticar na Gravidez

Esportes contraindicados

Além dos exercícios contraindicados, alguns esportes de contato físico ou alto impacto no corpo também são proibidos durante a gravidez, como boxe, voleibol, futebol, basquetebol, hipismo, artes marciais, levantamento de peso, corrida, mergulho e ginástica de alto impacto.

Esses esportes estão contraindicados porque trazem alto risco de impacto na barriga ou de quedas, o que pode causar problemas na gestação e prejudicar o desenvolvimento do feto.

Quando interromper a atividade física

A atividade física deve ser interrompida quando a gestante sentir algum dos sintomas a seguir:

  • Sangramentos vaginais;
  • Falta de ar após o esforço;
  • Tontura e palpitações cardíacas;
  • Dor de cabeça e dor no peito;
  • Fraqueza muscular.

Além disso, também deve-se parar os exercícios quando houver risco de parto prematuro, diminuição dos movimentos fetais ou perda de líquido amniótico. Veja Quando a diminuição dos movimentos do bebê na barriga é preocupante.

Quando o exercício está contraindicado

Os exercícios físicos podem estar contraindicados de acordo com a saúde da gestante, variando entre contraindicação absoluta, quando a mulher não pode praticar nenhuma atividade física, e contraindicação relativa, quando o médico vai avaliar o caso e autorizar exercícios mais leves.

Contraindicação absolutaContraindicação relativa
Doença cardíaca descompensadaAnemia
Insuficiência cardíacaDoenças na tireoide
TromboseDiabetes descompensada
Embolia pulmonar recenteObesidade mórbida
Doença infecciosa agudaHistórico de sedentarismo extremo
Risco de parto prematuroPlacenta
Sangramento uterinoGravidez de gêmeos
Incompatibilidade de fator RhTeve bebê prematuro no passado
Pressão altaProblemas na coluna
Suspeita de estresse fetalProblemas na articulação do quadril
Paciente sem acompanhamento pré-natalAmeaça de aborto espontâneo

É importante lembrar que mulheres grávidas que apresentem qualquer contraindicação devem primeiro falar com o obstetra para ter orientações sobre as atividades que pode ou não praticar, e ser sempre orientada por um educador físico durante os exercícios.

Para se manter ativa de forma segura, veja os 7 Melhores exercícios para praticar na gravidez.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...