Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Insolação: o que é, causas, perigos e como prevenir

A insolação é uma situação caracterizada por vermelhidão da pele, dor de cabeça, febre e, em alguns casos, alteração no nível de consciência que acontece devido ao aumento rápido da temperatura do corpo quando a pessoa fica muito tempo exposta ao sol, em um ambiente muito quente ou pratica atividade física de forma excessiva.

Assim, devido ao aumento rápido da temperatura do corpo, surgem alguns sinais e sintomas indicativos de insolação, como dor de cabeça, enjoo e sensação de mal estar, além de sintomas mais graves que podem representar risco para a saúde, como desidratação, desmaio e convulsões, por exemplo.

Por isso, para evitar a insolação, é importante ter alguns cuidados antes de se expor ao sol, evitando horas de maior calor, que é entre as 12h e as 16h, usar protetor solar, chapéus ou bonés e roupas largas e que permitam a transpiração.

Insolação: o que é, causas, perigos e como prevenir

Causas de insolação

A principal causa de insolação é a exposição prolongada ao sol sem uso de protetor solar ou chapéu, por exemplo, o que faz com que a temperatura do corpo aumente rapidamente, resultando nos sintomas de insolação.

Além da exposição excessiva o sol, a insolação pode acontecer devido a qualquer situação que aumente rapidamente a temperatura do corpo, como por exemplo a prática excessiva de atividade física, uso de muitas roupas e ambiente com muito calor.

Perigos da insolação para a saúde

A insolação acontece quando a pessoa fica exposta por longos períodos ao sol e ao calor ou como consequência do aumento rápido da temperatura corporal, levando ao aparecimento de alguns sinais e sintomas indicativos de insolação, como dor de cabeça, tontura e mal-estar.

Apesar desses sintomas parecerem leves e passarem ao longo do tempo, a insolação pode ter vários riscos para a saúde, sendo os principais:

  1. Queimaduras de 2º ou 3º grau;
  2. Aumento do risco de infecção, devido ao fato de ocorrerem queimaduras;
  3. Desidratação;
  4. Vômitos e diarreia, o que também pode levar à desidratação;
  5. Alterações nervosas, como convulsões, danos cerebrais e coma.

Os perigos existem devido ao fato de haver falha no mecanismo de transpiração, o que faz com que a temperatura do corpo não consiga ser regulada, permanecendo elevada mesmo depois que a pessoa deixa de estar no sol. Além disso, por causa do aumento rápido da temperatura do corpo, a pessoa acaba perdendo também de forma rápida água, vitaminas e sais minerais, que são fundamentais para o bom funcionamento do organismo.

Saiba identificar os sintomas de insolação.

O que fazer

Em caso de insolação, é importante que a pessoa permaneça em um local arejado e sem sol e beba bastante líquidos para evitar desidratação. Além disso, é importante passar creme hidratante ou loção pós-sol sobre o corpo e tomar banho com água fria, pois ajuda a regular a temperatura do corpo e diminuir os riscos relacionados com a insolação.

Nos casos em que os sintomas não melhoram e a pessoa continua a sentir tonturas, dor de cabeça ou vômitos, por exemplo, é importante ir imediatamente ao hospital para que seja feita uma avaliação e possa ser feito o tratamento adequado. Veja o que fazer em caso de insolação.

Como prevenir a insolação

Para prevenir a insolação, existem alguns cuidados e dicas que são fundamentais, como:

  • Passar protetor solar adequado para o tipo de pele, pelo menos 15 minutos antes de ficar debaixo do sol.
  • Beber muitos líquidos ao longo do dia, especialmente em dias muito quentes;
  • Evitar ficar debaixo do sol nas horas de maior calor, entre 12 h e as 16 horas, tentando abrigar-se em locais com sombra, frescos e arejados;
  • Se a pessoa estiver na praia ou se for constantemente à água, deve passar protetor solar de 2 em 2 horas, para garantir o máximo efeito.

Além disso, é recomendado usar chapéus ou bonés para proteger a cabeça dos raios do sol e roupas largas e frescas para que a transpiração seja possível e para evitar queimaduras.

Bibliografia >

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Insolação: causas, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção. Disponível em: <https://saude.gov.br/saude-de-a-z/insolacao>. Acesso em 15 Abr 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem