Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Ovários multifoliculares: o que são, sintomas e tratamento

Ovários multifoliculares é uma alteração ginecológica em que a mulher produz folículos que não atingem a maturidade, não havendo ovulação. Esses folículos liberados ficam acumulados no ovário, levando a formação de pequenos cistos e ao surgimento de alguns sinais e sintomas como menstruação irregular e cólicas fortes.

O diagnósticos dos ovários multifoliculares é feito por meio de exames de imagem, como a ultrassonografia, sendo indicado o tratamento logo em seguida, que pode ser feito por meio de uso de anticoncepcionais orais ou uso de medicamentos capazes de induzir a ovulação.

Ovários multifoliculares: o que são, sintomas e tratamento

Principais sintomas

Os sintomas de ovários multifoliculares podem ser identificados ao longo do desenvolvimento da mulher à medida que vão sendo formados pequenos cistos no ovário, sendo os principais:

  • Menstruação irregular;
  • Cólicas fortes
  • Acne;
  • Excesso de pelos no rosto;
  • Aumento do peso.

Apesar dos ovários multifoliculares não estarem relacionados com a infertilidade, é comum que as mulheres que possuem essa alteração tenham dificuldade para engravidar, uma vez que o processo de ovulação está comprometido. Assim, caso a mulher deseje engravidar, é importante conversar com o ginecologista para que seja indicado o tratamento mais adequado.

Diferença entre ovários multifoliculares e ovários policísticos

Apesar de levarem ao aparecimento de sinais e sintomas semelhantes, os ovários multifoliculares e policísticos são situações diferentes. Os ovários policísticos são caracterizados pela presença de muitos cistos no ovário, que se distribuem de maneira irregular por todo o ovário e são maiores. 

Por outro lado, os cistos dos ovários multifoliculares são menores e acontecem devido à ausência de maturação dos folículos e, consequentemente, falta de ovulação.

Confira algumas dúvidas comuns sobre ovários policísticos.

​Como é feito o tratamento

O tratamento para os ovários multifoliculares é determinado pelo ginecologista e envolve o uso de medicamentos capazes de regular a taxa hormonal, como anticoncepcionais por exemplo. Caso a mulher não ovule durante o tratamento, pode ser indicado pelo ginecologista o uso de medicamentos capazes de induzir a ovulação.

Nos casos em que o uso de anticoncepcionais e medicamentos indutores da ovulação não é suficiente, o médico por recomendar a realização de cirurgia para retirar os cistos.

Ovários multifoliculares tem cura?

A síndrome dos ovários multifoliculares não tem cura, mas pode ser controlada com o uso de medicamentos. Estes medicamentos podem ser úteis para regularizar a menstruação e diminuir os sintomas causados pela doença.

As mulheres que possuem ovários multifoliculares também possuem uma dificuldade maior para engravidar, pois não ovulam todos os meses, sendo recomendado seguir o tratamento proposto pelo médico e tomar medicamentos que possam induzir a ovulação, como o Clomifeno, além de ser recomendado ter relações em todos os períodos férteis. Veja quais os sintomas e como calcular o período fértil.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem