Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que fazer para não pegar hepatite

​O contágio do vírus da hepatite é mais comum através de contato íntimo sem camisinha ou pela ingestão de alimentos e água contaminada pelo vírus da hepatite, por exemplo. Porém, as formas de contágio e a sua prevenção variam com o tipo de hepatite, sendo que os tipos A, B e C são os vírus mais frequentes e os tipos D, E e G, os mais raros.

As melhores formas de prevenir esta doença vírica é mantendo os cuidados de higiene, usando camisinha e não compartilhando objetos pessoais, por exemplo e, caso a doença não seja tratada corretamente seguindo as orientações de um infeciologista, pode-se tornar em uma doença crônica, podendo provocar cirrose, câncer do figado ou até levar à morte do paciente.

Olhos e pele amarelaOlhos e pele amarela
Urina cor coca-colaUrina cor coca-cola
Cansaço e febreCansaço e febre

A hepatite, que é uma doença infecciosa e que afeta o fígado, normalmente não apresenta sintomas, sendo que quando este se manifestam pode surgir cansaço, febre, tonturas, vômitos, pele e olhos amarelados, urina cor de coca-cola e fezes claras, por exemplo e, para fazer o diagnóstico é preciso fazer um exame de sangue. Leia mais em: Sintomas de Hepatite.

Formas de contaminação da hepatite

Algumas das formas mais comuns de transmitir a hepatite, principalmente o tipo B,C e D, incluem:

  • Contato íntimo sem camisinha com uma pessoa infetada com o vírus;
  • Gravidez, parto ou através da amamentação, sendo transmitido de mãe para o filho;
  • Compartilha de material que fura ou corta, como seringas ou agulhas, por exemplo, em hospitais, locais de fazer piercings ou tatuagens, ou entre indivíduos que consomem drogas injetáveis;
  • Troca de material de higiene pessoal, como lâminas, gilets, ou escovas de dentes, por exemplo;
  • Compartilha de material de manicure e pedicure, como alicates ou tesouras;
  • Transfusão de sangue contaminado ou transplante de órgãos de um doador contaminado.

No entanto, o vírus da hepatite do tipo A e E, é transmitido através da ingestão de alimentos crus, como marisco, frutas ou legumes, ou através de água contaminada, que se encontra normalmente em locais com falta de saneamento básico, próximo de esgotos ou rios. Além disso, também é transmitida por objetos contaminados que são levados à boca, como talheres, por exemplo.

Como não é transmitida a hepatite

Geralmente, a hepatite não é transmitida pelo suor ou pela saliva, apenas pode acontecer caso exista algum ferimento e ocorra contato com sangue provocado por cortes, por exemplo.

Além disso, também não ocorre contágio através de um aperto de mão, de abraços ou cumprimentos com pessoas infetadas com hepatite.

Como evitar o contágio da hepatite

Para evitar a contaminação da hepatite é importante:

  • Usar camisinha em todas as relações sexuais, principalmente no contato íntimo anal e evitar o contato da boca com o ânus;
  • Não compartilhar objetos pessoais, como lâminas, escova de dentes, gilete ou material de manicure e pedicure;
  • Usar luvas para tocar em feridas ou sangue, por exemplo, no caso de profissionais de saúde;
  • Fazer o pré-natal e os exames para detectar doenças como hepatites ou aids e evitar a transmissão para o filho;
  • Beber apenas água engarrafada ou ferver a água a pelo menos 98º durante pelo menos 1 minuto, evitando o consumo de gelo;
  • Comer preferencialmente alimentos bem cozinhados, evitando os crus, como saladas ou marisco;
  • Deixar os alimentos crus, dentro de água durante pelo menos 30 minutos;
  • Não tomar banho em riachos, chafarizes, ou próximo de esgotos;
  • Evitar a construção de fossas próximas de poços ou nascentes de rios;
  • Lavar a louça na máquina ou a altas temperaturas;
  • Lavar sempre as mãos depois de ir no banheiro, antes de comer ou cozinhar e depois de trocar a fralda;
  • Fazer tatuagens ou piercings apenas em locais confiáveis e onde o material usado é esterilizado e de uso único.
  • Desinfetar com hipoclorito de sódio a 2,5%, como lixivia, objetos, bancadas, chão e banheiro, principalmente em cresces ou restaurantes;
  • Tomar as vacinas contra a hepatite do tipo A, B e D que são gratuitas segundo o esquema de imunização.

Estas medidas aplicam-se a todos os tipos de hepatite, sendo que existem medidas especificas para cada tipo de hepatite que devem ser seguidas para evitar a transmissão da doença. Leia mais em: Tipos de hepatite.

Como saber se tem hepatite

Para se saber se pegou hepatite, que é uma inflamação do figado, é preciso fazer um exame de sangue de laboratório, para detetar a presença de anticorpos que tentam combater o vírus da hepatite, e que só se desenvolvem quando a doença está presente.

Localização do fígado Localização do fígado
Coleta de sangueColeta de sangue
Exame de sangueExame de sangue

Porém, no caso das hepatites B e C é preciso esperar pelo menos 2 meses para fazer o exame de sangue e saber se tem hepatite, pois só após 60 dias é que o vírus é detetados no exame de sangue.

Tratamento da Hepatite

A hepatite do tipo A e E, normalmente não necessita de tratamento específico, porém é recomendado repouso, fazer uma dieta equilibrada, rica em vitaminais, minerais e proteínas e com pouca gorduras. Caso ocorra diarreia e vômitos, é importante beber muitos líquidos para evitar a desidratação.

Além disso, devem ser evitados alguns fármacos, como narcóticos, analgésicos, tranquilizantes ou produtos naturais, pois o figado está inflamado e tem menor capacidade para transformar os medicamentos, podendo-se tornar tóxicos e agravar a doença.

No caso do tipo B,C ou D, o paciente precisa de tomar remédios antivirais como Ribavirina​, Interferão ou Lamivudina, por exemplo, através de comprimidos ou pela veia para diminuir os sintomas e controlar a doença. Saiba mais sobre o tratamento em: Tratamento para Hepatite,

Saiba detalhes sobre cada tipo de hepatite em:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...