Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Saiba o que significa neutrófilos altos ou baixos

Os neutrófilos são um tipo de leucócito, sendo portanto responsáveis pela defesa e imunidade do organismo. O neutrófilo que está em maior quantidade circulante no sangue é denominado neutrófilo segmentado e é responsável por envolver as células doentes e eliminá-las, além de atuar no combate de infecções.

Os neutrófilos são produzidos na medula óssea e encontram-se circulantes no sangue em maior quantidade em sua forma madura, que recebe o nome de neutrófilo segmentado. O valor normal de referência de neutrófilo segmentado circulante no sangue é de 1600 a 8000 neutrófilos segmentados por mm³ de sangue. Assim, quando os neutrófilos estão altos isso normalmente indica que a pessoa possui alguma infecção bacteriana ou fúngica, por exemplo.

Por vezes o exame de sangue indica também a quantidade de bastões e neutrófilos segmentados. Os bastões são os neutrófilos que acabaram de ser produzidos para vencerem a infecção e os segmentados são os mais antigos e seus valores podem indicar há quanto tempo o corpo está lutando contra a infecção.

Saiba o que significa neutrófilos altos ou baixos

Possíveis alterações

A quantidade de neutrófilos pode ser avaliada por meio da realização do hemograma, em que podem ser verificada toda a série branca do sangue. Os leucócitos são avaliados em uma parte específica no hemograma, o leucograma que pode indicar:

1. Neutrófilos altos

O aumento na quantidade de neutrófilos, também conhecido como neutrofilia, pode acontecer devido a diversas situações, sendo as principais:

  • Infecções;
  • Desordens inflamatórias;
  • Diabetes;
  • Uremia;
  • Eclâmpsia na gravidez;
  • Necrose hepática;
  • Leucemia mieloide crônica;
  • Policitemia pós-esplenectomia;
  • Anemia hemolítica;
  • Síndromes mieloproliferativas;
  • Hemorragia;
  • Queimadura;
  • Choque elétrico;
  • Câncer.

A neutrofilia também pode acontecer devido a condições fisiológicas, como por exemplo nos recém-nascidos, durante o parto, após episódios de vômitos repetidos, medo, estresse, uso de medicamentos com adrenalina, ansiedade e após a prática de atividades física de forma exagerada.

Assim, caso o valor dos neutrófilos esteja elevado, o médico pode pedir outros exames de diagnóstico para identificar corretamente a causa e iniciar o tratamento adequado.

2. Neutrófilos baixos

A diminuição da quantidade de neutrófilos, também chamada de neutropenia, pode acontecer devido a:

  • Anemia aplástica, megaloblástica ou ferropriva;
  • Leucemia;
  • Hipotiroidismo;
  • Uso de medicamentos;
  • Doenças autoimunes, como o Lúpus Eritematoso Sistêmico;
  • Mielofibrose;
  • Cirrose.

Os bebês com menos de 3 meses de idade têm pouca quantidade de neutrófilos, por isso, em caso de infecções graves é possível que seu exame de sangue indique neutrófilos baixos ao invés de altos. Crianças com síndrome de Down também tendem a apresentar neutrófilos baixos sem que exista algum problema de saúde.

Em caso de neutropenia, o médico pode recomendar a realização de um mielograma para investigar a causa da diminuição da quantidade de neutrófilos segmentados no sangue, além de verificar se há qualquer alteração relacionada à produção das células precursoras dos neutrófilos na medula óssea.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem