Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Entenda o que é a Menopausa Precoce

A menopausa precoce ou prematura é causada pelo envelhecimento dos ovários antes do tempo, ocorrendo a perda de óvulos em mulheres com menos de 40 anos, o que traz problemas de fertilidade e dificuldades para engravidar em mulheres mais jovens. Em uma fase inicial, o envelhecimento precoce dos ovários pode ser um problema silencioso, que não causa sintomas, pois a mulher pode continuar tendo a menstruação, e sem saber pode estar caminhando para uma menopausa precoce. Porém, já existe um teste para avaliar a fertilidade, que pode ser feito por mulheres mais jovens para avaliar o seu risco de vir a desenvolver a menopausa precoce.

Geralmente, entre as principais causas da menopausa precoce estão a idade, pois é mais comum entre os 35 e os 40 anos, e história de falência ovariana precoce na família, e o primeiro sintoma que surge é a menstruação irregular ou a falta de menstruação. O tratamento pode ser feito com terapia de reposição hormonal, para ajudar a reduzir sintomas e a evitar a perda de massa óssea.

Causas da Menopausa Precoce

O envelhecimento antecipado dos ovários pode levar a uma menopausa precoce, e esta pode ser causada por fatores como:

  • Alterações genéticas no cromossomo X que podem ser diagnosticadas através de um exame genético;
  • Mãe ou avó com histórico de menopausa precoce;
  • Doenças autoimunes;
  • Deficiências enzimáticas como a Galactosemia, uma doença genética causada pela falta da enzima galactose, podem levar ao aparecimento da menopausa precoce;
  • Quimioterapia e exposição exagerada a radiações como ocorre na radioterapia, ou a certas toxinas como as do cigarro ou dos pesticidas;
  • Algumas doença infecciosas como Caxumba, infecção por Shigella e malária, podem também raramente provocar a Menopausa Precoce.

Além disso, a retirada dos ovários através de cirurgia em casos de tumor ovariano, doença pélvica inflamatória ou endometriose, por exemplo, também provoca a menopausa precoce na mulher, pois não existem mais ovários para produzir estrogênio no corpo.

Sintomas e diagnóstico da Menopausa Precoce

Geralmente, em uma fase inicial, o envelhecimento precoce dos ovários pode ser um problema silencioso, que não causa sintomas, pois a mulher pode continuar tendo a menstruação como de costume, e sem perceber pode estar caminhando para uma menopausa precoce.

O que acontece nos ovários em envelhecimento e sintomas da menopausa precoceO que acontece nos ovários em envelhecimento e sintomas da menopausa precoce

A menopausa precoce é causada por uma deficiência na produção do hormônio estrogênio no organismo, e causa sintomas idênticos aos da menopausa como:

  • Ciclos menstruais irregulares, com intervalos longos, ou ausência completa de menstruação;
  • Instabilidade emocional como mudanças bruscas de humor e irritabilidade sem causa aparente;
  • Diminuição da libido e falta de desejo sexual;
  • Ondas de calor repentinas, que surgem em qualquer ocasião e inclusive em locais frescos;
  • Suor excessivo, especialmente durante a noite;
  • Secura vaginal.

O diagnóstico da menopausa precoce deve ser realizado pelo ginecologista, e é geralmente feito quando existe ausência de menstruação ou quando esta é irregular, e através da realização de exames de sangue que permitem a dosagem dos hormônios FSH, estradiol e de prolactina, de um teste sanguíneo de gravidez que avalia a possibilidade de gestação ou de um teste genético.

Quando não existem sintomas, o envelhecimento prematuro dos ovários é geralmente diagnosticado apenas quando a mulher esta tentando engravidar e tem dificuldade, ou quando realiza tratamentos com hormônios para avaliar sua fertilidade.

Além disso, o envelhecimento prematuro dos ovários pode causar outros problemas além da diminuição do número de óvulos, como aumento das chances de aborto, má qualidade dos óvulos que restam ou maiores chances de doenças genéticas, risco aumentado para desenvolver doenças cardíacas ou doenças ósseas como osteoporose, e maior tendência para ter problemas de depressão ou ansiedade.

Tratamento da Menopausa Precoce

O tratamento da menopausa precoce é feito através de tratamentos de reposição hormonal com estrogênios, que servem não só para aliviar os sintomas causados pela falta de estrogênio no organismo, como também para manter a massa óssea e evitar o surgimento de doenças como a osteoporose.

Além disso, para diminuir os sintomas da menopausa precoce o tratamento pode ser completado com a prática de atividade física regular, com uma dieta rica em soja, castanha e gengibre, por exemplo, e com suplementos alimentares como a lecitina da soja, de acordo com indicação do médico. Além disso, na alimentação deve ser evitado o consumo de cafeína, de chá verde e de chá preto, e de alimentos ricos em gorduras.

Em casos onde a mulher pretenda engravidar, dependendo do envelhecimento que os ovários apresentam, podem ser feitos tratamentos de fertilidade como fertilização in vitro ou estimulação dos ovários com hormônios.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...