Existe remédio para aumentar a quantidade de sêmen?

“Acho que ejaculo pouco. Existe remédio para aumentar a quantidade de sêmen?”

Jonathan Panoeiro

Neuropediatra

CRM 1101544-RJ

Jonathan Panoeiro
Não tem agenda disponível
Buscar Urologista perto de você

Alguns remédios, como a mesterolona, undecanoato de testosterona, imipramina ou pseudoefedrina, podem aumentar a quantidade de sêmen. No entanto, seu uso depende da causa do problema e, por isso, só devem ser usados com a orientação de um urologista.

Além disso, a diminuição da quantidade de sêmen nem sempre pode ser resolvida com medicamentos. Algumas vezes, existe uma obstrução do ducto que transporta o sêmen até a uretra. Neste caso, o tratamento normalmente é feito com cirurgia.

Caso você suspeite de alguma alteração na quantidade do seu sêmen, o ideal é consultar um urologista para que a causa possa ser identificada e seja iniciado o tratamento mais adequado, que pode incluir o uso de medicamentos, mas também outras técnicas.

O que posso fazer para aumentar a quantidade de sêmen?

Algumas medidas que podem ajudar a aumentar a quantidade de sêmen incluem:

  • Ter uma alimentação saudável e equilibrada;
  • Fazer atividades físicas regularmente;
  • Evitar fumar;
  • Diminuir o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Evitar estresse;
  • Dormia bem e o suficiente.

No entanto, para saber o que você pode fazer para aumentar a quantidade do sêmen, o ideal é consultar um urologista, uma vez que o tratamento pode ser diferente dependendo da causa do problema.

46% dos leitores acham este conteúdo útil (13 avaliações nos últimos 12 meses)
  • Iremos publicar sua pergunta de forma anônima.
  • Faça uma pergunta clara, curta e sem incluir dados pessoais.
  • Não peça um diagnóstico ou 2ª opinião sobre tratamentos que já esteja realizando.
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta. O seu email nunca será publicado online.
Marque consulta com um Urologista perto de você!

Atendemos mais de 150 convênios em 9 estados do Brasil*.

Marcar Consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.