Qual a média de vida de quem consome maconha?

“Tenho 38 anos e uso maconha desde os 20 anos. Eu me sinto bem e uso todos os dias, mas às vezes fico pensando se posso viver menos por causa desse hábito e já até considerei parar. Qual a média de vida de quem consome maconha?”

Jonathan Panoeiro

Neuropediatra

CRM-RJ 52-110154-4

Jonathan Panoeiro
Não tem agenda disponível
Buscar Psiquiatra perto de você

A média de vida de pessoas que consomem maconha varia. Alguns estudos mostram que grande parte das mortes parecem acontecer entre os 45 e 54 anos de idade e o risco pode ser até 40% maior aos 60 anos para quem consumia excessivamente na adolescência.

O impacto sobre o tempo de vida depende principalmente dos problemas que a pessoa pode desenvolver. Sabe-se que o consumo de maconha está associado a um maior risco de infarto, AVC, esquizofrenia, dependência, acidentes e bronquite, por exemplo. Entenda melhor se a maconha faz mal e os possíveis riscos.

Por isso, caso esteja preocupado em como o consumo de maconha pode afetar a sua saúde, o ideal é consultar um psiquiatra ou clínico geral. Além de avaliar seu estado de saúde e te orientar, o médico também pode te ajudar a parar o uso caso deseje.

0% dos leitores acham este conteúdo útil (1 avaliações nos últimos 12 meses)
  • Iremos publicar sua pergunta de forma anônima.
  • Faça uma pergunta clara, curta e sem incluir dados pessoais.
  • Não peça um diagnóstico ou 2ª opinião sobre tratamentos que já esteja realizando.
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta. O seu email nunca será publicado online.
Marque consulta com um Psiquiatra perto de você!

Atendemos mais de 150 convênios em 9 estados do Brasil*.

Marcar Consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Perguntas relacionadas

Qual o tempo de cura da gonorreia?

Veja em quanto tempo se pode atingir a cura da gonorreia com o tratamento adequado. Entenda também como verificar a cura, como deve ser o tratamento e qual médico consultar.

Foto do autor do artigo Dr.ª Janessa Oliveira
Dr.ª Janessa Oliveira

Qual a quantidade normal de plaquetas?

O valor normal da contagem de plaquetas no sangue varia de 150.000 a 450.000 plaquetas por microlitro de sangue. Entenda melhor qual a quantidade normal de plaquetas no sangue.

Foto do autor do artigo Jonathan Panoeiro
Jonathan Panoeiro

Qual a melhor pomada para fissura peniana?

A pomada mais indicada para tratar a fissura peniana depende da sua causa. Confira qual a melhor pomada para fissura peniana em cada caso e qual médico consultar.

Foto do autor do artigo Jonathan Panoeiro
Jonathan Panoeiro

Barriga de grávida é dura ou mole?

A barriga de grávida é dura, dependendo do estágio de desenvolvimento do bebê, sua posição e presença de contrações uterinas. Entenda melhor se a barriga de grávida é dura ou mole.

Foto do autor do artigo Jonathan Panoeiro
Jonathan Panoeiro

Qual é o risco de ter plaquetas baixas?

O principal risco quando as plaquetas estão muito baixas é a hemorragia. Entenda porque isso pode acontecer, em que casos há um maior risco de sangramentos e o que fazer em caso de plaquetas baixas.

Foto do autor do artigo Dr.ª Janessa Oliveira
Dr.ª Janessa Oliveira

Qual a espessura normal do endométrio?

A espessura normal do endométrio varia de 2 a 15 mm em mulheres em idade fértil e, geralmente, é menor que 5 mm em mulheres após a menopausa. Entenda melhor qual a espessura normal do endométrio e o que fazer.

Foto do autor do artigo Jonathan Panoeiro
Jonathan Panoeiro

Mais sobre este assunto

Imagem ilustrativa do artigo Maconha faz mal? 7 possíveis riscos para a saúde

Maconha faz mal? 7 possíveis riscos para a saúde

Os malefícios da maconha ocorrem devido a presença das substâncias químicas THC e CBD na sua composição podendo causar perda da memória, náuseas e vômitos ou tosse, principalmente quando usada em grandes quantidades ou regularmente. Conheça os efeitos colaterais, riscos da maconha e quando buscar ajuda .

Imagem ilustrativa do artigo Maconha: benefícios e efeitos da planta medicinal

Maconha: benefícios e efeitos da planta medicinal

A maconha é uma planta que tem na sua composição duas substâncias principais, CBD e THC, com efeitos de relaxamento ou sensação de bem-estar, sendo indicados na medicina para tratar situações como esclerose múltipla ou epilepsia, por exemplo. Veja todos os efeitos da maconha, os benefícios e os efeitos colaterais.

Imagem ilustrativa do artigo Drogas naturais: principais tipos e efeitos no corpo

Drogas naturais: principais tipos e efeitos no corpo

A drogas naturais, como maconha, ópio, cogumelos alucinógenos e certos chás, podem causar alucinações visuais e auditivas, causando sensação de euforia e bem-estar. No entanto, elas também causam dependência física ou psíquica. Veja as principais drogas naturais, seu efeito no corpo e como reconhecer a dependência.

Imagem ilustrativa do artigo Radula: o que é, para que serve e efeitos colaterais

Radula: o que é, para que serve e efeitos colaterais

A Radula é um tipo de planta que possui efeito semelhante à maconha, pois possui perrotine na sua composição com efeito parecido ao THC da maconha com menos efeitos colaterais. Entenda melhor o que é a radula, para que serve e possíveis efeitos colaterais.

Imagem ilustrativa do artigo Drogas: principais tipos, efeitos e consequências para a saúde

Drogas: principais tipos, efeitos e consequências para a saúde

O uso de drogas provoca inicialmente sensação de bem-estar, felicidade e coragem, mas seus efeitos à longo prazo são maléficos e podem levar à morte. Veja quais os principais tipos de drogas e como afetam o corpo e a saúde.

Imagem ilustrativa do artigo Óleo de canabidiol (CBD): o que é, benefícios e como funciona

Óleo de canabidiol (CBD): o que é, benefícios e como funciona

O óleo de canabidiol, ou óleo de CBD, é obtido da planta Cannabis sativa e possui propriedades medicinais que podem ajudar no tratamento de epilepsia e estresse pós-traumático. Veja mais sobre o óleo de CBD, para que serve, como funciona e possíveis efeitos colaterais.

Imagem ilustrativa do artigo 11 alterações nas unhas que podem indicar problemas de saúde

11 alterações nas unhas que podem indicar problemas de saúde

A presença de alterações nas unhas pode ser um primeiro sinal de alguns problemas de saúde, desde infecções por fungos, até diminuição da circulação sanguínea ou, até mesmo, câncer. Veja as principais alterações das unhas, o que podem significar e o que fazer.

Imagem ilustrativa do artigo Dor no peito: 11 causas (e quando pode ser infarto)

Dor no peito: 11 causas (e quando pode ser infarto)

A dor no peito nem sempre é sintoma de infarto, estando quase sempre relacionada com problemas menos graves como excesso de gases, problemas gástricos ou ansiedade. Veja quando desconfiar de infarto, confira outras causas de dor no peito e saiba o que fazer em cada caso.