O que é hiperplasia linfoide reacional?

“No laudo do meu exame está escrito "hiperplasia linfoide reacional", o que isso significa?”

Dr.ª Janyele Sales

Médica de Saúde Familiar

CRM 177392-SP

Dr.ª Janyele Sales
Não tem agenda disponível
Buscar Hematologista perto de você

A hiperplasia linfoide reacional é o aumento do número de linfócitos, que são células de defesa que fazem parte do sistema imunológico. Esse tipo de hiperplasia ocorre como uma resposta imunitária normal a micro-organismos invasores como vírus e bactérias, embora também possa ser um sinal de crescimento anormal de algum tecido no corpo, como acontece no caso de leucemia ou linfoma.

O tratamento da hiperplasia linfoide reacional depende da sua causa. Se o aumento do número de linfócitos for decorrente de uma infecção bacteriana, o tratamento é feito com antibióticos. Já se for secundária a algum tipo de câncer, o tratamento pode incluir cirurgia, quimioterapia e radioterapia.

A proliferação dos linfócitos e o consequente inchaço dos linfonodos tendem a continuar até que a infecção ou a doença seja resolvida espontaneamente ou tratada com os medicamentos e meios específicos.

Nossa recomendação
A hiperplasia linfoide reacional deve ser avaliada em conjunto com a histórico de saúde e a idade de cada pessoa. É, por isso importante consultar um hematologista, um clínico geral ou falar com o médico que requisitou o exame, para determinar a causa e iniciar o tratamento mais adequado.
Qual médico consultar: Hematologista
Marcar consulta
100% dos leitores acham este conteúdo útil (1 avaliações nos últimos 12 meses)
  • Iremos publicar sua pergunta de forma anônima.
  • Faça uma pergunta clara, curta e sem incluir dados pessoais.
  • Não peça um diagnóstico ou 2ª opinião sobre tratamentos que já esteja realizando.
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta. O seu email nunca será publicado online.
Marque consulta com um Hematologista perto de você!

Atendemos mais de 150 convênios em 9 estados do Brasil*.

Marcar Consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.