Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Lipoma: o que é, sintomas, causas e tratamento

O lipoma é um tipo de caroço ou cisto que surge sob a pele, composto por células de gordura, tendo a forma arredondada, e pode surgir em qualquer local do corpo onde as células de gordura estão presentes, sendo muito comuns nos ombros, tórax, costas, pescoço, coxa e axila. Em alguns casos também podem surgir em órgãos internos, ossos ou músculos.

Esse tipo de caroço cresce lentamente, causando incômodo estético ou físico. No entanto, é considerado benigno e não possui nenhuma relação com o câncer, embora em casos raríssimos possa se transformar num lipossarcoma. Saiba o que é um lipossarcoma

Geralmente, não é necessário nenhum tipo de tratamento, mas se a pessoa tiver preocupações com a estética, ou se o lipoma ficar dolorido ou crescer muito rápido, o dermatologista pode indicar cirurgia.

Lipoma: o que é, sintomas, causas e tratamento

Principais sintomas 

O principal sintoma do lipoma inclui formação de um caroço ou cisto sob a pele, de forma arredondada, com uma consistência macia e que se move ao ser pressionado. Geralmente, o lipoma mede até 5 cm, no entanto pode crescer, e medir mais de 10 cm, sendo chamado de lipoma gigante. Nesse caso, o lipoma pode pressionar os nervos em volta e causar dor e até inflamação com sintoma de vermelhidão ou aumento da temperatura no local.

O diagnóstico do lipoma deve ser feito pelo dermatologista a partir do exame clínico e biópsia. Além disso, quando o lipoma é grande, o médico pode solicitar exames de imagem como raio-X, ressonância magnética ou tomografia computadorizada, para verificar as características do lipoma ou se é mais profundo, atingindo outros tecidos além da gordura. 

Através dos exames também é possível o médico diferenciar o lipoma do cisto sebáceo, que também é um tipo de caroço sob a pele, mas é formado por sebo, uma substância gordurosa produzida pelas glândulas sebáceas na pele e que possui sintomas semelhantes ao lipoma. Saiba mais sobre o cisto sebáceo

Possíveis causas

A causa exata do lipoma é desconhecida e pode ocorrer em homens e mulheres, em qualquer idade, mas é mais comum entre 40 e 60 anos, sendo raro em crianças, e deve ser avaliado pelo dermatologista.

No entanto, alguns fatores podem contribuir para o aparecimento do lipoma como: 

  • Fatores genéticos como hereditariedade;
  • Síndrome de Gardner;
  • Síndrome de Cowden;
  • Doença de Madelung.

Além disso, outra condição que pode causar o lipoma é a lipomatose múltipla familiar, em que a pessoa apresenta vários cistos, que geralmente são maiores e mais dolorosos. Saiba tudo sobre a lipomatose múltipla familiar

Como é feito o tratamento

Geralmente, não é necessário nenhum tratamento para o lipoma. No entanto, quando causa preocupações estéticas ou o lipoma é muito grande, causando dor ou dificuldade de realizar as tarefas do dia a dia, o dermatologista pode realizar uma cirurgia para retirada. 

Essa cirurgia é simples, realizada em consultório dermatológico e com anestesia local, podendo deixar uma pequena cicatriz na pele, e por isso, o médico pode indicar o uso de cremes cicatrizantes como cicatrene, cicabio ou bio-oil para ajudar a melhorar a cicatrização da pele, evitando as marcas. Veja os melhores cremes cicatrizantes para utilizar após a retirada do lipoma.

Outra opção de tratamento para o lipoma é a lipossucção em que o dermatologista utiliza uma agulha e uma seringa para retirar o tecido adiposo.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • SALAM, Gohar A. Lipoma excision. Am Fam Physician. 65. 5; 901-904, 2002
  • CHARIFA, Ahmad. Lipoma Pathology. StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL). 2021
  • SACHDEVA, Mandi P.; et al. Low-fat and fat-free pleomorphic lipomas: a diagnostic challenge. Am J Dermatopathol. 31. 5; 423-426, 2009
  • GULER, O.;MUTLU, S.; MAHIROGULLARI, M. Giant lipoma of the back affecting quality of life. Ann Med Surg (Lond). 4. 3; 279-282, 2015
Mais sobre este assunto:

Carregando
...