Inositol: o que é, para que serve e como usar

novembro 2021

O inositol é um tipo de carboidrato, derivado do metabolismo da glicose, que é popularmente conhecido como uma vitamina do complexo B, estando presente em muitos suplementos nutricionais. 

O inositol é importante para o funcionamento das células, metabolismo de gorduras, funcionamento da insulina e do sistema nervoso, sendo indicado para auxiliar no tratamento da diabetes, síndrome dos ovários policísticos ou depressão, por exemplo.

Além dos suplementos alimentares que podem ser comprados em farmácias ou drogarias, o inositol também pode ser encontrado em diversas frutas cítricas, vegetais verde-escuros, feijão, ervilhas, levedo de cerveja, gérmen de trigo ou nozes, por exemplo. Veja os principais alimentos que contêm vitaminas do complexo B

Para que serve

O inositol é uma substância que está presente em diversos suplementos nutricionais e que ajuda em diversas funções no corpo. Dessa forma, geralmente está indicado para:

  • Manter as células saudáveis;
  • Regular a quantidade de cálcio dentro das células;
  • Reduzir a glicose no sangue no caso de diabetes;
  • Reduzir os níveis de colesterol ruim no sangue;
  • Aumentar a queima de gorduras;
  • Auxiliar no tratamento da depressão, síndrome do pânico ou transtorno obsessivo compulsivo;
  • Melhorar a memória;
  • Fortalecer os cabelos.

Além disso, a suplementação com inositol também é indicada para aumentar as chances de gravidez em mulheres com síndrome dos ovários policísticos, pois reduz a resistência à insulina, que é muito comum nesta síndrome e que pode diminuir as chances de engravidar. Veja outras causas da síndrome dos ovários policísticos.  

O inositol emagrece?

O inositol pode ajudar a emagrecer pois influencia no metabolismo de gorduras, aumentando sua queima, além de melhorar a ação da insulina no corpo, o que permite um melhor controle da quantidade de açúcar no sangue, ajudando na sensação de saciedade. 

Desta forma, o inositol pode auxiliar na perda de peso, especialmente nos casos de diabetes. No entanto, seu uso não substitui o tratamento médico, além da necessidade de uma dieta equilibrada e a prática de exercícios físicos regular.

Como tomar

O inositol deve ser tomado por via oral, junto com uma refeição, sendo que as doses normalmente recomendadas de inositol são de 500 a 1000 mg por dia.

Esse suplemento nutricional deve sempre ser utilizado com a orientação do médico ou do nutricionista, com doses individualizadas e pelo tempo de tratamento estabelecido por esses profissionais.

Possíveis efeitos colaterais

O inositol é considerado seguro para adultos quando tomado nas doses e pelo tempo de tratamento orientado pelo médico ou nutricionista. Ainda assim e embora sejam raros, podem surgir efeitos colaterais como náusea, dor de estômago, cansaço, dor de cabeça ou tontura.

Quem não deve usar

O inositol não deve ser usado no caso de alergia ao inositol ou qualquer outro componente da fórmula.

Além disso, o uso do inositol por crianças, ou durante a gravidez ou amamentação, só deve ser feito com orientação médica.

O inositol, por reduzir a quantidade de açúcar no sangue, pode potencializar o efeito de remédios antidiabéticos como glimepirida, insulina, pioglitazona ou clorpropamida, por exemplo, devendo-se monitorar frequentemente os níveis de glicose no sangue e somente utilizar o inositol com orientação médica ou nutricional. 

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em novembro de 2021.

Bibliografia

  • MUKAI, T.; et al. A meta-analysis of inositol for depression and anxiety disorders. Hum Psychopharmacol. 29. 1; 55-63, 2014
  • BIZZARRI, M.; et al. Pharmacodynamics and pharmacokinetics of inositol(s) in health and disease. Expert Opin Drug Metab Toxicol. 12. 10; 1181-96, 2016
Mostrar bibliografia completa
  • GATEVA, A.; et al. The use of inositol(s) isomers in the management of polycystic ovary syndrome: a comprehensive review. Gynecol Endocrinol. 34. 7; 545-550, 2018
  • CLEMENTS, R. S. Jr.; DARNELL, B . Myo-inositol content of common foods: development of a high-myo-inositol diet. Am J Clin Nutr. 33. 9; 1954-67, 1980
  • CHATREE, S.; et al. Role of Inositols and Inositol Phosphates in Energy Metabolism. Molecules. 25. 21; 5079, 2020
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.

Tuasaude no Youtube

  • 8 Melhores frutas para DIABETES

    16:43 | 404630 visualizações
  • Como fazer arroz para EMAGRECER e BAIXAR O COLESTEROL

    05:26 | 119663 visualizações
  • SÍNDROME DO OVÁRIO POLICÍSTICO | O Que Comer para Tratar

    05:36 | 444766 visualizações