Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é a histeroscopia diagnóstica e para que serve

A histeroscopia diagnóstica é um tipo de exame ginecológico que tem por objetivo a visualização interna do útero para ajudar o médico a diagnosticar possíveis lesões, como pólipos ou adesões. Assim, este exame deve ser realizado na primeira quinzena da menstruação, pois é quando o útero ainda não está se preparando para receber uma possível gravidez, facilitando a observação das lesões.

Este exame pode doer, mas na maior parte dos casos a mulher apenas refere algum desconforto, já que é necessário inserir um fino aparelho, conhecido como histeroscópio, dentro da vagina. A histeroscopia diagnóstica está contraindicada na gravidez, em caso de suspeita de gravidez e de infecção vaginal.

Além da histeroscopia diagnóstica existe ainda a vertente cirúrgica, na qual o médico utiliza o mesmo método para corrigir as alterações do útero, que já foram diagnosticadas anteriormente através da histerectomia diagnóstica ou de outros exames, como ultrassom ou raio X, por exemplo. Saiba mais sobre a histeroscopia cirúrgica.

O que é a histeroscopia diagnóstica e para que serve

Preço e onde fazer o exame

A histeroscopia diagnóstica pode ser feita no consultório do ginecologista, no entanto, existem médicos que preferem fazer o exame no hospital. O preço deste exame pode variar entre os 100 e os 200 reais.

Como é feita

A histeroscopia diagnóstica é feita com a mulher em posição ginecológica e depois o médico:

  1. Dilata o útero utilizando um gás;
  2. Insere o histeroscópio na vagina, que é um tubo com cerca de 4 mm com luz e uma microcâmera na ponta;
  3. Retira uma amostra do tecido do útero, se forem encontradas lesões.

Quando o exame está causando muita dor, o médico pode optar por realizá-lo com sedação, no qual é usado um anestésico leve para que a mulher não sinta o desconforto provocado pelo exame.

Como se preparar

O preparo da histeroscopia diagnóstica consiste em não ter nenhum contato íntimo 72 horas antes do exame e tomar um comprimido de Feldene ou Buscopan cerca de 30 minutos antes da hora do exame, para diminuir a dor.

Quando é pedida

A histeroscopia diagnóstica geralmente é pedida pelo ginecologista quando existe sangramento anormal, esterilidade, infertilidade, abortos repetidos, malformação uterina ou controle de cirurgia uterina, ajudando a diagnosticar possíveis lesões que possam estar causando esses sintomas.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...