Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é o hímen imperfurado e como tratar

O hímen é uma fina membrana que cobre a entrada da vagina e que parece proteger contra o surgimento frequente de infecções no sistema reprodutor feminino. Normalmente, as meninas nascem com uma pequena perfuração nessa membrana para permitir acesso à vagina, no entanto, algumas podem nascer com a membrana completamente fechada, gerando desconforto, especialmente quando surge a menstruação.

Assim, muitas meninas podem não saber que têm o hímen imperfurado até ao momento em que surge a primeira menstruação, já que o sangue não consegue sair e, por isso, vai se acumulando no interior da vagina, gerando sintomas como dor abdominal intensa e sensação de peso no fundo da barriga, por exemplo.

Além disso, a falta de perfuração no hímen também impede a relação sexual, sendo necessário fazer uma pequena cirurgia para cortar o hímen e criar uma perfuração semelhante à que deveria existir desde o nascimento.

O que é o hímen imperfurado e como tratar

Possíveis sintomas

Os primeiros sintomas de hímen imperfurado surgem durante a puberdade e acontecem, principalmente, devido ao acúmulo de sangue menstrual que não consegue sair pelo canal vaginal. Nestes casos, os sinais podem incluir:

  • Sensação de peso no fundo da barriga;
  • Dor abdominal intensa;
  • Dor nas costas;
  • Dificuldade para urinar;
  • Dor ao evacuar.

Além disso, meninas que apresentam todos os sinais de desenvolvimento da puberdade, mas que parecem ter um atraso no momento de descer a menstruação, também podem ter um hímen imperfurado e, por isso, deve-se consultar um ginecologista para confirmar o diagnóstico.

Já no caso do bebê, o hímen imperfurado só é identificado se o médico fizer uma avaliação genital detalhada ou caso o hímen forme uma pequena bolsa que é observada facilmente na vagina.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico de hímen imperfurado é quase sempre feito através da observação do canal vaginal pelo médico, após a descrição dos sintomas. No entanto, também existem casos em que o médico opta por fazer um ultrassom pélvico, para confirmar que não se trata de outro problema ginecológico.

Uma vez que o problema está presente desde o nascimento, existem algumas meninas em que o diagnóstico é feito poucos dias após o nascimento, ainda na maternidade. Nesses casos, os pais podem optar por fazer o tratamento ou esperar que a menina cresça e chegue na adolescência.

Como é feito o tratamento

O tratamento para hímen imperfurdo é feito através de uma pequena cirurgia, na qual o médico faz um corte no hímen e remove o excesso de tecido, criando uma abertura semelhante à natural.

Dependendo da mulher, o médico pode necessitar recomendar o uso de um pequeno dilatador para manter o hímen aberto e evitar que volte a fechar. Este dilatador é semelhante a um absorvente interno e deve ser usado por 15 minutos por dia, durante o período de recuperação.

Nos casos em que o hímen imperfurado é identificado no bebê pelo pediatra, a cirurgia pode ser feita de imediato ou os pais podem optar por esperar que a menina cresça, para reduzir o risco de complicações da cirurgia.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar