Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Hidrocefalia tem cura?

Na maioria dos casos a hidrocefalia não tem cura definitiva, no entanto consegue ser controlada e tratada por meio de diferentes tipos de cirurgia, que deve ser orientada pelo neurologista e deve ser feito o mais rapidamente possível, para evitar sequelas, como atraso no desenvolvimento físico e mental, por exemplo.

Apesar da hidrocefalia infantil ser mais frequente, essa alteração também pode acontecer em adultos ou idosos, sendo nesses casos mais frequente de ser consequência de infecções ou de um Acidente Vascular Cerebral, por exemplo. Conheça outras causas de hidrocefalia e principais sintomas.

Hidrocefalia tem cura?

Como tratar a hidrocefalia

O tratamento para hidrocefalia pode variar de acordo com a causa, no entanto o neurologista normalmente indica a realização de procedimentos cirúrgicos para aliviar os sintomas e controlar a doença. Assim, o tratamento pode ser por meio de:

  • Inserção de um shunt, que consiste na colocação de um pequeno tubo no cérebro com uma válvula que drena o líquido acumulado para outra área do corpo, como o abdômen ou o tórax, impedindo o seu refluxo e facilitando a sua absorção para a corrente sanguínea;
  • Ventriculostomia, que consiste na introdução de um aparelho fino, através de um furo no crânio, para aliviar a pressão no cérebro e fazer circular o líquido cefalorraquidiano (LCR).

A inserção do shunt pode ser feita no caso da hidrocefalia fetal ou congênita, que ocorre no feto, a partir das 24 semanas, desviando-se o LCR para o líquido amniótico. Após o nascimento, o bebê deve ser submetido a nova cirurgia para desviar o líquido para outra área do corpo. Apesar de ainda não ser possível prevenir a hidrocefalia, as mães podem evitá-la tomando ácido fólico antes e durante a gestação. Veja como tomar ácido fólico na gravidez.

Possíveis complicações

Depois da cirurgia de derivação para hidrocefalia, poderão surgir complicações como mau funcionamento da válvula ou obstrução do tubo para drenar o líquido, sendo necessárias, na maioria dos casos, outras cirurgias para trocar o sistema, ajustar a pressão da válvula ou corrigir a obstrução, por exemplo.

Por outro lado, a ventriculostomia também não é um tratamento definitivo, pois o LCR poderá acumular-se de novo no cérebro, sendo necessário recorrer a mais procedimentos.

Desta forma, é importante que a criança, o adulto ou o idoso com hidrocefalia tenham consultas regulares no neurologista, para prevenir estas complicações e tratá-las o mais rapidamente possível, de forma a evitar danos no cérebro.

Consequências da hidrocefalia

As consequências da hidrocefalia surgem quando o tratamento não é feito nas fases iniciais da alteração, o que aumentam os danos o tecido cerebral. Assim, a criança poderá ter problemas no seu desenvolvimento mental ou motor, como dificuldades na aprendizagem, raciocínio, fala, memória, em andar ou controlar a vontade de urinar ou defecar, por exemplo. Em casos extremos, a hidrocefalia pode causar danos cerebrais irreparáveis como retardo mental ou paralisia, e até mesmo morte.

Nos casos em que a criança apresenta alterações no seu desenvolvimento, a fisioterapia é fundamental no tratamento, para ajudar a criança a tornar-se o mais independente possível.

Bibliografia >

  • PEREIRA, Josué et. al.. NEUROENDOSCOPIA NO TRATAMENTO DA HIDROCEFALIA OBSTRUTIVA. ACTA MÉDICA PORTUGUESA. 15; 355-364, 2002
  • HEALTHLINE. Hydrocephalus (Water on the Brain). Disponível em: <https://www.healthline.com/health/hydrocephalus#outlook>. Acesso em 30 Ago 2019
  • MAYO CLINIC. Hydrocephalus. Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/hydrocephalus/diagnosis-treatment/drc-20373609>. Acesso em 30 Ago 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem