Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Hidatidose

Hidatidose é uma doença causada pelo parasita Echinococcus granulosus, caracterizada pelo aparecimento de cistos em determinadas áreas do corpo. Quando esses cistos se rompem causam choque anafilático, podendo resultar na morte do indivíduo.

Os cistos crescem lentamente, geralmente de 1 a 5cm por ano, podendo chegar ao tamanho de uma bola de futebol.

Os hospedeiros definitivos desse parasita é o cão, sendo o ser humano  um hospedeiro acidental, que se infecta através da ingestão de água ou vegetais contaminados com as larvas do parasita.

Sintomas da Hidatidose

Os sintomas dependem da localização dos cistos, os locais mais atingidos são o fígado, os pulmões e o cérebro. Pode ocorrer tosse, coceira, lesões na pele, crise de asma, choque anafilático, fadiga, febre, náuseas, dores abdominais e alergias.

Diagnóstico da Hidatidose

Como o cisto cresce lentamente, é difícil fazer o diagnóstico de forma precoce. Geralmente o cisto é descoberto através de exames de rotina, através de raio-x, tomografia ou ecografias.

A prova biológica utilizada para diagnosticar a hidatidose é a Reação de Casoni, que identifica anticorpos específicos no organismo do indivíduo.

Tratamento para Hidatidose

O tratamento para Hidatidose utiliza medicamentos parasitários como o mebendazol ou albendazol, que tendem a penetrar nos cistos para eliminar os parasitas.

A cirurgia para a retirada dos cistos é o método que demonstra maior eficácia no tratamento contra hidatidose, porém é contra-indicada quando os cistos são muito numerosos ou se encontram em tecidos de difícil acesso.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...