Heterocromia: o que é, tipos, causas e quando ir ao médico

julho 2022

A heterocromia é a condição em que os olhos apresentam cores diferentes. Essa diferença de cor pode ser entre os dois olhos, em que cada olho tem uma cor diferente, sendo chamada de heterocromia completa, ou pode acontecer apenas em um olho, recebendo o nome de heterocromia setorial, em que um único olho tem 2 cores.

Na maior parte dos casos, a heterocromia é causada por uma alteração genética e, dessa forma, é uma alteração benigna que não precisa de qualquer tipo de tratamento, mas também pode aparecer devido a doenças ou ferimentos que atingem os olhos.

Quando a pessoa já nasce com um olho de cada cor, isto não prejudica a visão nem a saúde dos olhos, mas sempre é importante consultar um oftalmologista para verificar se existe alguma doença que possa estar causando a mudança de cor.

Tipos de heterocromia

A heterocromia pode ser classificada em diferentes tipos, de acordo com as características da cor dos olhos, sendo as principais:

  • Heterocromia completa: nesse tipo cada olho possui uma cor completamente diferente um do outro, como um olho castanho e o outro azul, por exemplo, sendo considerado um tipo mais raro de heterocromia,
  • Heterocromia central: esse tipo de heterocromia geralmente afeta os dois olhos, sendo que os olhos possuem duas cores diferentes, como uma cor castanha perto da pupila, que é a parte preta do olho, e uma cor diferente em direção à borda, como verde ou azul, por exemplo;
  • Heterocromia setorial ou parcial: é o tipo mais comum de heterocromia, podendo ocorrer em um ou nos dois olhos, caracterizada por duas cores diferentes no olho, na forma de fatia ou cunha, ou cada metade do olho de uma cor, por exemplo.

A heterocromia geralmente não causa sintomas, estando presente desde o nascimento, sendo uma condição considerada benigna.

Possíveis causas

A heterocromia é causada por uma alteração genética que leva a diferenças na quantidade de melanina em cada olho, que é o pigmento que dá cor aos olhos e à pele, sendo uma condição congênita e benigna, estando normalmente presente desde o nascimento. Quanto mais melanina, mais escura é a cor dos olhos.

No entanto, a diferença na cor dos olhos também pode ser provocada por algumas condições de saúde, como:

  • Nevo de Ota;
  • Neurofibromatose;
  • Síndrome de Horner;
  • Síndrome de Waardenburg;
  • Síndrome de Parry-Romberg;
  • Síndrome de Sturge-Weber;
  • Melanocitose oculodérmica;
  • Síndromes endoteliais iridocorneais;
  • Neuroblastoma ou neurinoma paravertebral;
  • Traumas oculares;
  • Iridociclite heterocrômica de Fuchs;
  • Siderose ou hemossiderose;
  • Tumor na íris.

Além disso, outros fatores que podem causar heterocromia são glaucoma, diabetes, inflamação e sangramentos na íris, pancadas ou corpos estranhos no olho.

Quando ir ao médico

Se diferença na cor dos olhos surgir desde o nascimento, provavelmente é resultado de uma alteração genética que não afeta a saúde dos olhos do bebê, mas é sempre recomendado ir ao médico para confirmar a ausência de outras doenças ou síndromes genéticas que podem ter essa característica.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em julho de 2022. Revisão médica por Dr. Arthur Frazão - Oftalmologista, em julho de 2021.

Bibliografia

  • MARTIN, F. Heterochromia. Tidsskr Nor Laegeforen. 141. 2021
  • KIRKWOOD, B. J.; KIRKWOOD, R. A. Iris Heterochromia. Insight. 40. 3; 12-16, 2015
Mostrar bibliografia completa
  • LUI, F.; STOKKERMANS, T. J. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Heterochromia. 2022. Disponível em: <https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/34662013/>. Acesso em 26 jul 2022
Revisão médica:
Dr. Arthur Frazão
Oftalmologista
Médico generalista, especialista em Oftalmologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em 2008, com registro profissional no CRM/PE 16878