Hérnia de disco tem cura?

Revisão clínica: Marcelle Pinheiro
Fisioterapeuta
abril 2022

Na maior parte dos casos a hérnia de disco não tem cura, no entanto, é possível reduzir a inflamação e aliviar todos os sintomas, fazendo com que a pessoa volte a ter uma vida completamente normal.

A única forma que existe de curar a hérnia de disco é a cirurgia, que remove a parte do disco que está sendo pressionada. No entanto, essa cirurgia possui vários riscos e como, quase sempre, é possível eliminar os sintomas com fisioterapia e repouso, a maioria dos médicos prefere não indicar a cirurgia.

A fisioterapia é, por isso, o principal tratamento para a hérnia de disco. Entenda melhor neste vídeo como funciona o tratamento da hérnia de disco:

Como é feita a fisioterapia 

A fisioterapia para hérnia de disco varia de acordo com os sintomas e limitações de cada pessoa. Inicialmente, é preciso tratar a dor, a inflamação e o desconforto local, e para alcançar este objetivo podem ser necessárias várias sessões de fisioterapia passiva, com a ajuda de aparelhos e com o uso de medicamentos anti-inflamatórios receitados pelo médico.

Quando estes sintomas são eliminados, a pessoa já pode realizar outro tipo de fisioterapia mais intensa e associar sessões de osteopatia e técnicas de reeducação postural global (RPG), pilates ou hidroterapia, como forma de manter o disco intervertebral no seu lugar, o que tem demonstrado bons resultados na diminuição dos sintomas.

As sessões de fisioterapia deve ser realizadas, preferencialmente, 5 dias por semana, com descanso aos fins de semana. O tempo total de tratamento varia de uma pessoa para a outra, pois, enquanto em alguns casos é possível aliviar os sintomas em 1 mês de tratamento, outros necessitam de mais sessões, dependendo da gravidade da lesão.

Veja mais detalhes do tratamento de fisioterapia para hérnia de disco.

Quando é recomendada a cirurgia

A cirurgia para tratar a hérnia de disco normalmente só é indicada para casos muito graves, em que o comprometimento do disco intervertebral é muito grande, ao ponto do tratamento, com uso de medicamentos e fisioterapia não ser suficiente para aliviar os sintomas. 

Esta cirurgia é feita pelo ortopedista ou neurocirurgião, sob anestesia geral, em um procedimento que retira o disco intervertebral afetado. Este procedimento também pode ser feito por laparoscopia, em que um fino tubo é inserido na pele com uma câmera na ponta.

O tempo de internação é rápido, geralmente 1 a 2 dias, mas é necessário fazer um repouso de cerca de 1 semana em casa, e pode ser indicado o uso de um colar ou colete para manter a postura neste período. As atividades mais intensas, como exercícios físicos, estão liberadas após 1 mês da cirurgia. 

Veja como é feita a cirurgia, como é a recuperação e quais os riscos.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em abril de 2022. Revisão clínica por Marcelle Pinheiro - Fisioterapeuta, em abril de 2022.
Revisão clínica:
Marcelle Pinheiro
Fisioterapeuta
Formada em Fisioterapia pela UNESA em 2006 com registro profissional no CREFITO- 2 nº. 170751 - F e especialista em dermatofuncional.

Tuasaude no Youtube

  • Tudo sobre HÉRNIA DE DISCO

    06:21 | 281866 visualizações