Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Herceptin - Remédio para Câncer de Mama

O Herceptin é um medicamento à base de anticorpos monoclonais, do laboratório Roche, que age diretamente sobre a célula cancerígena sendo muito eficaz contra alguns tipos de câncer.

Este remédio tem um preço de aproximadamente 10 mil reais e está disponível no SUS - Sistema Único de Saúde.

Para que serve

O Herceptin é indicado para o tratamento de pessoas com câncer da mama metastático, câncer de mama inicial e câncer gástrico avançado.

Como usar

O Herceptin deve ser administrado por um profissional de saúde:

1. Câncer de mama

Se for usado semanalmente, deve-se administrar uma dose de ataque inicial de 4 mg/kg de peso corpóreo, como infusão intravenosa durante 90 minutos. As doses semanais subsequentes devem ser de 2 mg/kg de peso corporal, que pode ser administrada em uma infusão de 30 minutos.

Se for usado a cada 3 semanas, a dose inicial de ataque é de 8 mg/kg de peso corporal, seguida por 6mg/kg de peso corporal, a cada 3 semanas, em infusões com duração de cerca de 90 minutos. Se esta dose for bem tolerada, a duração da infusão pode ser reduzida para 30 minutos.

Este medicamento pode ser administrado em conjunto com paclitaxel ou docetaxel.

2. Câncer de estômago

Este medicamento deve ser usado a cada 3 semanas e a dose inicial de ataque é de 8 mg/ kg de peso corporal, seguido por 6 mg/kg de peso corporal, que deve ser repetido a cada 3 semanas, em infusões com duração de cerca de 90 minutos. Se esta dose for bem tolerada, a duração da infusão pode ser reduzida para 30 minutos.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com Herceptin são nasofaringite, infecção, anemia, trombocitopenia, neutropenia febril, redução da contagem de células brancas no sangue, diminuição ou aumento do peso, redução do apetite, insônia, tontura, dor de cabeça, parestesia, hipoestesia, diminuição do paladar, lacrimejamento, conjuntivite, linfedema, ondas de calor, falta de ar, epistaxe, tosse, corrimento nasal e dores na boca e na faringe.

Além disso, também pode ocorrer diarreia, vômitos, náuseas, dor abdominal, má digestão, prisão de ventre, estomatite, eritema, rash, queda de cabelo, distúrbios nas unhas e dores musculares.

Quem não deve usar

Este remédio não deve ser usado em pessoas com alergia a algum dos componentes da fórmula, grávidas e lactantes.

Este medicamento não foi testado em crianças, adolescentes, idosos e indivíduos com insuficiência renal ou hepática, devendo seu uso ser feito com cautela.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar