Hemoglobina: o que é, valores e o que significa alta e baixa

Revisão clínica: Marcela Lemos
Biomédica
junho 2022

A hemoglobina, ou Hb, é um componente dos glóbulos vermelhos do sangue, também conhecidos como hemácias, e tem como principal função transportar oxigênio para os tecidos.

A concentração de hemoglobina na hemácia pode ser medida por meio de exame de sangue convencional, o hemograma, ou por meio de um aparelho de medição rápida, semelhante ao aparelho da diabetes. Assim, de acordo com a quantidade de hemoglobina presente na hemácia e com o resultado dos outros exames hematológicos, é possível saber o estado geral de saúde da pessoa.

De forma geral, a hemoglobina alta pode ser consequência da desidratação, uso de tabaco ou enfisema pulmonar, enquanto que a diminuição da quantidade de hemoglobina costuma estar relacionada com anemia, talassemia ou ser consequência de hemorragia, por exemplo.

Glóbulos vermelhos do sangue que carregam hemoglobina
Glóbulos vermelhos do sangue que carregam hemoglobina

Tipos de hemoglobina

A hemoglobina pode ser classificada em alguns tipos de acordo com os seus constituintes. A Hb é formada pelo grupamento heme, que é formado por ferro, e cadeias globinas, que podem ser alfa, beta, gama ou delta, resultando nos principais tipos de hemoglobina, como:

  • HbA1, que é formada por duas cadeias alfa e duas cadeias beta e está presente em maior concentração no sangue;
  • HbA2, que é formada por duas cadeias alfa e duas cadeias delta;
  • HbF, que é formada por duas cadeias alfa e duas cadeias gama e está presente em maior concentração em recém-nascidos, tendo sua concentração diminuída de acordo com o desenvolvimento.

Além desses tipos principais, ainda há a Hb Gower I, Gower II e de Portland, que estão presentes durante a vida embrionária, havendo diminuição da sua concentração e aumento da HbF à medida que o nascimento se aproxima. O tipo de hemoglobina é identificado através da eletroforese de hemoglobina, que também é útil para diagnosticar doenças relacionadas à síntese de hemoglobina. Entenda como é feita a eletroforese de hemoglobina.

Valores de referência da hemoglobina

Os valores de referência da hemoglobina são:

  • Crianças de 2 a 6 anos: 11,5 a 13,5 g/dL;
  • Crianças de 6 a 12 anos: 11,5 a 15,5 g/dL;
  • Homens: 14 a 18 g/dL;
  • Mulheres: 12 a 16 g/dL;
  • Grávidas: 11 g/dL.

A concentração de hemoglobina é medida através do hemograma, que indica, além da hemoglobina, a quantidade de hemácias e outros índices, como VCM, HCM e CHCM, que devem ser avaliados em conjunto. Conheça mais sobre o hemograma.

Como saber se a hemoglobina está normal

Caso tenha feita um exame de sangue recentemente e queira saber o que pode significar, coloque seus dados na calculadora a seguir:

Erro
Erro
Erro
Erro
Mínimo admitido, pode alterar para o valor do seu laboratório
Erro
Máximo admitido, pode alterar para o valor do seu laboratório

Hemoglobina alta

A hemoglobina alta no sangue pode ser causada por:

  • Uso de tabaco;
  • Desidratação;
  • Enfisema pulmonar;
  • Fibrose pulmonar;
  • Policitemia;
  • Tumor nos rins;
  • Uso de anabolizantes ou do hormônio eritropoietina.

A hemoglobina alta é caracterizada por sintomas como tontura, pele de cor azulada nos lábios e nas pontas dos dedos e, em casos mais raros, perda temporário de visão e de audição.

Hemoglobina baixa

A diminuição da quantidade de hemoglobina pode acontecer em caso de anemia, cirrose, linfoma, leucemia, hipotireoidismo, insuficiência renal, talassemia, porfiria e hemorragia, por exemplo. Além disso, a hemoglobina baixa também pode acontecer devido à deficiência de ferro e vitaminas, além do uso de medicamentos para tratar câncer e AIDS, por exemplo.

O número baixo de hemoglobina no sangue pode causar sintomas como cansaço frequente, falta de ar e palidez, devendo ser identificada a causa e iniciado o tratamento de acordo com orientação médica.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Marcela Lemos - Biomédica, em junho de 2022.
Revisão clínica:
Marcela Lemos
Biomédica
Mestre em Microbiologia Aplicada, com habilitação em Análises Clínicas e formada pela UFPE em 2017 com registro profissional no CRBM/ PE 08598.