Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Saiba Porque se Formam os Gêmeos Siameses

Os gêmeos siameses, são gêmeos idênticos que nasceram colados um ao outro, em uma ou várias regiões do corpo como cabeça, tronco, ombros ou costas, por exemplo. Além disso, podem também existir órgãos que são usados em comum pelos siameses, como pulmão, coração ou cérebro, por exemplo. 

Os gêmeos siameses acontecem quando um óvulo é fecundado duas vezes, não se separando corretamente em dois. Depois da fecundação é esperado que o óvulo se separe em dois até um máximo de 12 dias, porém devido a uma mutação isso pode acontecer, e as células formam partes do corpo ou órgãos em comum. Em alguns casos, os gêmeos siameses podem ser detectados durante a gravidez, através da realização das ultrassonografias de rotina. 

Saiba Porque se Formam os Gêmeos Siameses

Que partes do corpo podem estar unidas

Existem diferentes partes do corpo que podem ser partilhadas por gêmeos siameses, que dependem da região onde os gêmeos se encontram ligados, como:

  • Ombro;
  • Cabeça; 
  • Cintura, quadril ou pélvis;
  • Peito ou barriga;
  • Costas ou base da espinha.

Além disso, existem muitos casos onde os irmão partilham um só tronco e um só conjunto de membros inferiores, existindo por isso uma partilha de órgãos entre si. 

É possível separar gêmeos siameses? 

Através da realização de cirurgias é possível a separação dos gêmeos siameses, e a complexidade da cirurgia depende da extensão das regiões do corpo partilhadas. Saiba mais sobre este tipo de cirurgia em Cirurgia para Gêmeos Siameses

Já foi possível a separação de gêmeos siameses unidos pela cabeça, pélvis, base da espinha, tórax, abdômen e bacia, porém estas são cirurgias que representam grandes riscos para os irmãos, especialmente se partilharem órgãos entre si.  

Se a cirurgia não for possível ou se os gêmeos optarem por permanecer unidos, eles podem viver unidos por muitos anos, tendo uma vida o mais normal quando possível. 

Mais sobre este assunto:
Carregando
...