Fezes amarelas: 8 principais causas (e o que fazer)

maio 2022

As fezes amarelas é uma alteração relativamente comum que pode surgir devido a uma alimentação rica em gordura, ou uso de remédios para emagrecimento, como o Xenical, por exemplo, pois interferem nos movimentos intestinais ou diminuem a absorção de gorduras pelo intestino, o que altera a cor das fezes. 

No entanto, as fezes amarelas também podem ser sinal de problemas de saúde, como doença celíaca, infecção intestinal ou problemas no pâncreas, fígado ou vesícula biliar, e que geralmente podem ser identificados pela presença de outros sintomas como dor abdominal, febre ou perda de apetite.

Por poder ter várias causas, após se identificar a presença de fezes amareladas é muito importante ficar atento a outras características como o formato e o cheiro, já que pode ajudar o médico a chegar mais facilmente ao diagnóstico.

Veja a seguir as principais causas do aparecimento de fezes amareladas:

1. Alimentação rica em gordura

Comer gordura em excesso, através de frituras, produtos industrializados ou embutidos, dificulta a digestão e acelera o trânsito intestinal, especialmente em pessoas que costumam fazer uma alimentação balanceada. Nesses casos, além de as fezes ficarem amarelas também podem apresentar uma consistência mais líquida devido à rapidez com que passam pelo intestino.

O que fazer: reduzir a quantidade de gordura e alimentos processados da dieta irá ajudar a regular cor das fezes, que deve melhorar após 2 ou 3 dias. No entanto, se o problema persistir por mais tempo, deve-se investigar outras causas.

2. Infecção intestinal

Outra causa bastante comum de fezes amareladas é uma infecção intestinal. Mas nesses casos também é comum que surjam outros sintomas, como dor abdominal e diarreia. Veja uma lista mais completa de sintomas de infecção intestinal.

Nestes casos é comum as fezes aparecerem amareladas porque o intestino se encontra inflamado pela infecção e então não consegue absorver corretamente a gordura da alimentação. A principal causa deste problema é a bactéria E. coli, que pode ser ingerida em alimentos contaminados e mal cozidos.

O que fazer: beber bastante água e consumir alimentos de fácil digestão, como frutas, arroz branco cozido, peixes e carnes brancas, evitando carnes vermelhas e alimentos processados e fritos.

3. Estresse

O estresse pode causar diminuição ou aumento do apetite, fazendo com que se opte por alimentos menos saudáveis ​​em situações de intensa ansiedade e estresse, além de causar alterações no processo de digestão dos alimentos, o que pode acelerar os movimentos intestinais, impedindo que os nutrientes sejam absorvidos adequadamente e causando diarréia ou fezes amareladas.

O que fazer: para combater o estresse, é importante diminuir as pressões externas, encontrando alternativas para que o trabalho ou o estudo possam ser realizados com mais calma. Isto pode ser feito por meio de exercícios, melhor gestão do tempo, uso de analgésicos naturais e até medicamentos prescritos pelo médico psiquiatra caso o estresse afete o desenvolvimento das atividades diárias. Veja algumas dicas de como aliviar o estresse. ​​ 

4. Problemas no fígado ou vesícula

Doenças como hepatite, cirrose ou pedra na vesícula fazem com que menos bile chegue ao intestino, que é a substância responsável por ajudar na digestão das gorduras. Além de alterar a cor das fezes, essas doenças também costumam causar sintomas de dor abdominal e pele e olhos amarelados.

Veja 11 sintomas que podem indicar problemas no fígado.

O que fazer: na presença destes sintomas, deve-se procurar um clínico geral ou gastroenterologista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado.

5. Problemas no pâncreas

As alterações no pâncreas causam má digestão, fazendo com que as fezes fiquem esbranquiçadas ou amareladas, além de fazer com que elas flutuem e tenham aspecto espumoso. Os principais problemas que afetam este órgão são pancreatite, câncer, fibrose cística ou obstrução do canal pancreático.

Além da alteração nas fezes, problemas no pâncreas podem causar dor abdominal, urina escura, má digestão, náuseas e perda de peso. Confira outros sintomas de problemas no pâncreas.

O que fazer: na presença dessas alterações, principalmente se acompanhadas de dor abdominal, enjoos e falta de apetite, deve-se procurar o médico para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado.

6. Giardíase

A giardíase é uma doença intestinal causada pelo parasita giárdia e que provoca sintomas como diarreia aquosa e explosiva, com fezes amareladas fétidas, náuseas, dor de cabeça, desidratação e perda de peso.

O que fazer: na presença destes sintomas deve-se procurar um clínico geral ou um pediatra ou um gastroenterologista e fazer exames de fezes para confirmar a presença do parasita no intestino e iniciar o tratamento adequado, que normalmente é feito com antibióticos. Saiba mais sobre o tratamento para giardíase.

7. Doença celíaca

A doença celíaca é uma intolerância severa ao glúten que causa irritação e má absorção intestinal quando a pessoa consome alimentos com trigo, centeio ou cevada, o que leva ao aumento da velocidade das fezes no intestino e aumento de gordura nas fezes, deixando-as amareladas.

Normalmente, pessoas com doença celíaca mostram melhora nos sintomas quando retiram da dieta alimentos com glúten.

O que fazer: é importante consultar um gastroenterologista para confirmar o diagnóstico da doença e iniciar uma dieta sem glúten. Veja alguns sintomas que podem ajudar a identificar a doença celíaca.

8. Uso de medicamentos

O uso de alguns medicamentos para emagrecer atuam diminuindo a absorção de gordura no intestino, como o Xenical ou o Biofit, e também causam mudança na cor das fezes e aumentam o trânsito intestinal.

O que fazer: caso se esteja tomando algum desses medicamentos, deve-se consultar o médico que os receitou para receber orientações sobre o uso correto e os efeitos adversos da medicação ou para trocar por outro remédio.

Quando ir ao médico

Na maioria dos casos, a presença de fezes amarelas acontece apenas pela ingestão exagerada de gorduras em uma refeição e, por isso, melhoram em menos de uma semana. No entanto, se demorar mais de uma semana para desaparecer ou se surgirem outros sintomas associados como febre, dor abdominal, perda de peso, barriga inchada ou sangue nas fezes, por exemplo, é aconselhado consultar um médico.

Veja neste vídeo o que as alterações nas fezes podem indicar sobre a sua saúde:

De que são feitas as fezes?

A maior parte das fezes é formada por água, e em menores quantidades estão presentes bactérias da flora intestinal, líquidos que ajudam a digerir os alimentos, como a bile, e restos de alimentos que não foram digeridos ou absorvidos, como as fibras, grãos e sementes.

Assim, alterações na alimentação, o uso de medicamentos ou a presença de algum problema intestinal pode causar má digestão, fazendo com que a gordura da alimentação não seja absorvida, o que altera a cor das fezes para o amarelo.

Saiba quais as causas para cada alteração de cor das fezes.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em maio de 2022. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em outubro de 2019.
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.

Tuasaude no Youtube

  • O que a cor das fezes diz sobre a sua saúde

    03:23 | 338125 visualizações