Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é a discalculia e como tratar

A discalculia é a dificuldade para aprender matemática, que impede a criança de entender cálculos simples, como somar ou subtrair valores, mesmo quando não existe outro problema de cognição. Dessa forma, esta alteração é muitas vezes comparada com a dislexia, mas para números.

Normalmente, quem sofre com este problema também tem grande dificuldade em compreender quais os números que são maiores ou menores.

Embora ainda não seja conhecida sua causa específica, a discalculia está muitas vezes associada a outros problemas de concentração e compreensão, como déficit de atenção e hiperatividade ou dislexia, por exemplo.

O que é a discalculia e como tratar

Principais sintomas

Os primeiros sintomas de discalculia surgem durante por volta dos 4 a 6 anos, quando a criança está aprendendo os números , e incluem:

  • Dificuldade para contar, especialmente de trás para a frente;
  • Atraso na aprendizagem para somar números;
  • Dificuldade para saber qual o número maior, quando comparando números simples como 4 e 6;
  • Não consegue criar estratégias para fazer contas, como contar nos dedos, por exemplo;
  • Dificuldade extrema para cálculos mais complexos do que somar;
  • Evitar fazer atividades que possam envolver matemática.

Não existe um único teste ou exame capaz de diagnosticar a discalculia, sendo, para isso, importante consultar um pediatra que deve fazer avaliações frequentes das capacidades de cálculo da criança até que seja possível confirmar o diagnóstico.

Quando existe suspeita de que a criança possa ter discalculia é importante avisar os familiares e professores para que estejam atentos a possíveis sinais do problema, além de permitirem mais tempo e espaço para que realize tarefas que envolvam o uso de números.

Uma vez que a matemática é uma das matérias que mais ajuda no desenvolvimento cognitivo, este problema deve ser identificado mais cedo possível, para iniciar o tratamento e evitar sentimentos de insegurança e incerteza, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento para a discalculia deve ser feito em conjunto pelos pais, familiares, amigos e professores e consiste em ajudar a criança a desenvolver estratégias que permitam contornar o seu problema.

Para isso, é muito importante tentar identificar áreas onde a criança tem maior facilidade, tentando depois incluí-las na aprendizagem de números e cálculos. Por exemplo, se existir facilidade para fazer desenhos, pode-se pedir que a criança desenhe 4 laranjas e, depois, 2 bananas e, por fim, tentar contar quantas frutas foram desenhadas.

Algumas ideias que devem servir de guia para todas as tarefas são:

  • Usar objetos para ensinar cálculos de somar ou subtrair;
  • Começar num nível onde a criança se sina confortável e lentamente avançar para processos mais complexos;
  • Reservar tempo suficiente para ensinar com calmar e ajudar a criança a praticar;
  • Reduzir a necessidade para memorizar;
  • Tornar a aprendizagem num processo divertido e sem estresse.

É ainda importante evitar gastar muito tempo explicando as tarefas, mesmo quando se utiliza um método divertido. Isto porque passar muito tempo pensando na mesma coisa pode deixar a criança frustrada, o que dificulta a memorização e todo o processo de aprendizagem.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...