Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Diagnóstico da apendicite

O diagnóstico da apendicite é feito ao observar a característica da dor do indivíduo e através da análise de exames de diagnóstico como ressonância magnética, raio-x de abdômen, exame simples de urina, sangue e de fezes.

Estes exames servem para excluir as hipóteses de outras doenças e servem para confirmar a inflamação do apêndice. Se mesmo assim o médico ficar em dúvida, a laparoscopia será capaz de confirmar o diagnóstico de apendicite.

Assim que é dado o diagnóstico, o médico deverá indicar a retirada do apêndice, por meio de uma cirurgia. Este procedimento evita reinfecções do órgão e diminui o risco de morte devido à complicações da apendicite, como a entrada de bactérias nocivas ao organismo na cavidade abdominal e na corrente sanguínea.

A apendicite pode ser causada por inúmeros fatores, porém o mais comum é a entrada de uma pequena quantidade de fezes no órgão, levando à infecção do mesmo. Outras possíveis causas da apendicite são o fator genético (depende de como o órgão está localizado no corpo, se mais ou menos inclinado), pedra na vesícula, entrada de vermes no local, e pressão causada pelo aumento do volume dos gânglios linfáticos abdominais.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...