Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Desenvolvimento do bebê - 31 semanas de gestação

Semana de gestação: 31 semanas

Equivale ao mês: final do 7º mês

Equivale aos dias: 211 a 217 dias de gestação

Na 31ª semana de gestação, o desenvolvimento do bebê é marcado por já ter os pulmões mais desenvolvidos, com maior capacidade de realizar trocas de oxigênio, embora o amadurecimento completo dos pulmões ocorra até o final da gravidez, e os rins do bebê produzem cada vez mais urina que é eliminada no líquido amniótico.

O bebê já tem a pele mais rosada e lisa devido ao acúmulo de gordura sob a pele, que também se encontra coberta da vernix caseosa que protege a pele do bebê do líquido amniótico e de infecções. 

Durante essa semana, a mulher pode continuar a ter as contrações de Braxton-Hicks, e podem surgir vontade frequente de urinar ou dor nas costas.

Desenvolvimento do bebê - 31 semanas de gestação

Desenvolvimento do bebê

Na 31ª semana da gestação, as pálpebras do bebê permanecem abertas por um maior período de tempo, sendo que é possível ver pelo ultrassom o piscar de olhos do bebê, apesar de ainda serem muito lentos, chegando a aproximadamente 6 a 15 piscadas por hora. A íris do bebê, que é a parte colorida dos olhos, já pode contrair e dilatar.

O sistema respiratório do bebê está praticamente formado, pois os alvéolos dos pulmões se encontram em fase final de amadurecimento e a superfície de contato com os vasos sanguíneos pulmonares já está formada, de forma que a capacidade do pulmão em realizar trocas de oxigênio está quase completa. Os pulmões continuam a produzir o surfactante, uma espécie de "lubrificante" que irá impedir que as paredes dos alvéolos fiquem coladas, facilitando a respiração.

Além disso, o sistema urinário do bebê funciona cada vez mais e os rins já são capazes de filtrar o sangue e eliminar os resíduos na urina, no líquido amniótico. Nesta fase da gestação, o conteúdo da urina é muito parecido com o do líquido amniótico, no entanto é um pouco mais concentrado, uma vez que a produção de líquido amniótico nesta fase se deve em grande parte à urina e em pequena parte às membranas da cavidade amniótica. 

Nesta fase da gestação, devido ao acúmulo de gordura, a pele fica mais rosada e lisa, e o rosto do bebê começa a ficar mais arredondado. A vernix caseosa, que tem a função de prevenir infecções, regular a temperatura corporal, hidratar a pele e proteger a pele do líquido amniótico, continua a se formar. Além disso, a vérnix é importante pois vai atuar como um lubrificante para ajudar o bebê a passar pelo canal vaginal no futuro parto.

O bebê pode ainda estar sentado nessa semana, sendo normal, alguns bebês demoram mais tempo para virar de cabeça para baixo, e há bebês que só viram depois de começar o trabalho de parto. Veja alguns exercícios que podem ajudar o bebê a virar de cabeça para baixo

Tamanho do bebê

O tamanho do feto com 31 semanas de gestação é de cerca de 40.3 centímetros medidos da cabeça aos pés e cerca de 28.3 centímetros da cabeça ao bumbum, sendo equivalente ao tamanho de um abacaxi.

Mudanças no corpo da mulher

Na 31ª semana de gravidez, os seios já estão preparados para futura amamentação e nesta fase pode ocorrer vazamento um líquido cremoso amarelado pelos mamilos, que é o colostro, o primeiro leite produzido rico em proteínas, nutrientes e anticorpos, importante para nutrir o bebê e ajudar a combater infecções quando nascer.

Nesta fase da gestação, a mulher pode continuar apresentando as contrações de Braxton-Hicks, também chamadas de contrações de treinamento, que são contrações leves e consideradas normais, pois preparam o útero e os tecidos pélvicos para o futuro parto. Além disso, podem surgir sintomas como vontade de urinar com frequência ou dor nas costas.

Cuidados durante a 31ª semana

Na 31ª semana da gestação, alguns cuidados são importantes para ajudar a aliviar os desconfortos que podem surgir como: 

  • Contrações de Braxton-Hicks: movimentar o corpo ou fazer exercícios físicos recomendados pelo médico ajudam a aliviar o desconforto das contrações. No entanto se a contração for forte, muito frequente ou acompanhada de outros sintomas como dor nas costas, sangramento vaginal ou corrimento líquido, deve-se procurar ajuda médica imediatamente, pois a mulher pode ter entrado em trabalho de parto. Saiba identificar os sinais de trabalho de parto;
  • Vontade frequente de urinar: não prender a urina, pois deixar a urina retida na bexiga pode aumentar o risco de infecção urinária;
  • Dor nas costas: não ficar muito tempo de pé e evitar cruzar as pernas ao sentar, usar uma cinta de gestante para dar suporte à barriga e às costas, podem ajudar a melhorar a dor nas costas. Além disso, é importante fazer exercícios para alongar e fortalecer a musculatura das costas e da pelve como ioga ou pilates, por exemplo. Confira os melhores exercícios para fazer na gravidez.

É importante seguir todas as recomendações médicas durante a gravidez, fazendo uma alimentação saudável e nutritiva, incluindo frutas, verduras e legumes frescos, e exercícios físicos para ajudar a controlar o aumento de peso. Veja como deve ser a alimentação na gravidez.   

Além disso, deve-se realizar as consultas pré-natais, tomar ácido fólico e os suplementos indicados pelo obstetra e evitar o uso de remédios por conta própria. Saiba como é feito o pré-natal.

Confirme em que mês da gravidez está inserindo aqui os seus dados:

Erro
help
Imagem que indica que o site está carregando

Sua gravidez por trimestre

Para facilitar a sua vida e você não perder tempo procurando, separamos toda a informação que você precisa por cada trimestre de gestação. Em que trimestre você está?

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • TAWFIK, Hatem; et al. Embryologic and Fetal Development of the Human Eyelid. Ophthalmic Plastic and Reconstructive Surgery. 32. 6; 407-414, 2016
  • STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Braxton Hicks Contractions. Disponível em: <https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29262073/>. Acesso em 01 Jul 2021
  • VITRAL, G. L. N.; et al. Skin thickness as a potential marker of gestational age at birth despite different fetal growth profiles: A feasibility study. PLoS One. 13. 4; 2018
  • KISERUD, T.; et al. The World Health Organization Fetal Growth Charts: A multinational longitudinal study of ultrasound biometric measurements and estimated fetal weight. PLoS Med. 14. 3; e1002284, 2017
  • PARDI, Giorgio; CETIN, Irene. Human fetal growth and organ development: 50 years of discoveries. American Journal of Obstetrics and Gynecology. 194. 1088–1099, 2006
  • OKAWA, H.; et al. Eye movement activity in normal human fetuses between 24 and 39 weeks of gestation. PLoS One. 12. 7; e0178722, 2017
Mais sobre este assunto:

Carregando
...