Desenvolvimento do bebê – 1-3 semanas de gestação

1-3 semanas de gravidez
Faltam 40 a 38 semanas
Equivale ao mês:
1ª a 3ª semana do 1º mês
Equivale aos dias:
1 a 21 dias de gestação

Tecnicamente, na 1ª e 2ª semana, a mulher não está grávida, porque ainda não ovulou. No entanto, o útero está se preparando e, nessas semanas acontece o engrossamento do revestimento do útero, chamado endométrio, para receber o embrião, caso ocorra a fecundação.

A ovulação acontece entre entre a 2ª e a 3ª semana e, ao encontrarem o óvulo, os espermatozoides começam a se dividir e a originam o embrião, que vai chegar até ao útero e implantar-se numa das suas paredes espessas, um processo conhecido como nidação. Veja como saber se houve fecundação e nidação.

Durante a 3ª semana, embora ainda não existam muitos sintomas de gravidez, é normal a mulher se sentir mais inchada, emotiva e com alguns enjoos que acontecem devido às alterações hormonais, ou um pequeno sangramento, como consequência da nidação.

Imagem ilustrativa número 1

Desenvolvimento do bebê

Após a concepção, o embrião, em desenvolvimento, fornece uma informação ao cérebro sobre a sua existência, através do hormônio Beta HCG, que inibe a próxima menstruação.

Além disso, o hormônio Beta HCG também mantém os níveis de progesterona elevados durante a gestação, um hormônio que é essencial para evitar contrações durante a gestação e a expulsão do embrião antes do tempo.

Como ainda não existe a placenta, o embrião comporta-se de forma independente da mulher, no entanto, já é dependente do corpo da mãe para receber o abrigo necessário para o seu desenvolvimento. A placenta normalmente desenvolve-se por volta das 12 semanas de gestação, quando o bebê necessita de maior quantidade de sangue, oxigênio e nutrientes.

Tamanho do bebê

O bebê ainda é muito pequeno, medindo aproximadamente 0,15 mm, sendo menor que uma semente de chia.

Mudanças no corpo da mulher

Nestas primeiras semanas a mulher raramente apresenta sintomas de gravidez. No entanto, pode acontecer um pequeno sangramento, como consequência da nidação e, em algumas grávidas podem começar a surgir os primeiros sinais, como inchaço e sensibilidade, além de poder sentir-se mais emotiva.

Além disso, é normal que apareçam os primeiros enjoos, uma vez que estão acontecendo alterações hormonais comuns na gravidez. Conheça os primeiros sintomas de gravidez.

Para confirmar a gestação, é possível fazer exames de urina ou de sangue, que medem a quantidade do hormônio beta HCG presente, identificando assim a gravidez.

Leia também: Beta HCG qualitativo: para que serve, como é feito (e resultados) tuasaude.com/beta-hcg-qualitativo

Cuidados durante a 1-3 semanas

Alguns cuidados que são recomendados para a mulher entre a semana 1 e 3 são:

  • Marcar o pré-natal, para que o obstetra acompanhe a gravidez, através da ultrassonografia e exames que avaliam a saúde da mulher e do bebê;
  • Evitar praticar exercícios físicos de grande impactos, como saltar ou lutar, no entanto, pode caminhar, correr ou fazer natação, pois nas primeiras semanas de gravidez existe o risco de perder o bebê;
  • Manter uma alimentação saudável, evitando excessos de gordura, açúcar e alimentos crus e mal cozidos.

Além disso, a mulher grávida só deve tomar remédios com a orientação do médico, para evitar malformações no bebê e abortos, incluindo alguns remédios para os enjoos.

Leia também: 16 formas naturais de aliviar o enjoo na gravidez tuasaude.com/enjoo-na-gravidez