Contra-indicações da reposição hormonal

A reposição hormonal consiste na toma de hormônios sintéticos por um certo período de tempo para diminuir ou eliminar os efeitos da menopausa como calor excessivo e suores repentinos. Contudo, nem todas as mulheres podem tomar. Confira:

Contra-indicações absolutas

  • Insuficiência hepática;
  • Câncer de mama;
  • Câncer de endométrio;
  • Triglicerídeos altos, acima de 750 mg/dl pelo risco de pancreatite;
  • Porfiria;
  • Sangramento genital anormal de causa desconhecida;
  • Trombose venosa profunda;
  • Doença coronariana.

Mulheres que tenham sido diagnosticadas com estas doenças não podem realizar a terapia de reposição hormonal clássica pelo risco de aumento da gravidade de suas doenças, mas podem recorrer à terapia de reposição hormonal natural para vencer os incômodos da menopausa, pois existem alternativas fitoterápicas para isto.

Contra-indicações relativas 

  • Fumar;
  • Hipertensão arterial tratável;
  • Diabetes;
  • Dislipidemia.

Estas situações merecem alguma atenção por parte do médico pois os medicamentos utilizados na terapia de reposição hormonal podem trazer riscos para a paciente. Se forem utilizados na apresentação e na quantidade correta podem trazer mais benefícios que malefícios, e isto fica a critério da mulher e do médico.

Reposição hormonal natural

A soja e seus derivados são ótimas opções para fazer a reposição hormonal de forma natural, que podem ser utilizadas por todas as mulheres, sem restrições e sem provocar efeitos colaterais ou interações medicamentosas. Alguns bons exemplos são Lecitina de soja e Isoflavona de soja.

Mais sobre este assunto: