Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar a ferida no útero

Para o tratamento da ferida no útero, pode ser necessário aplicar pomadas ginecológicas, antissépticas, a base de hormônios ou produtos que ajudam a cicatrizar a lesão, como o policresuleno, orientadas pelo ginecologista.

Outra opção é fazer cauterização do colo do útero para remover as células que estão inflamadas, que pode ser a laser ou com uso de produtos químicos, que remove o tecido inflamado, permitindo o crescimento de células novas e a recuperação da pele.

Como tratar a ferida no útero
Como tratar a ferida no útero

Estas lesões são comuns na mulher, e acontecem devido à mudanças hormonais ou infecções, e pode afetar mulheres de todas as idades. Para saber mais sobre o que causa e os sintomas desta doença, leia: Ferida no útero.

Remédios para a ferida no útero

O tratamento para ferida no útero deve ser sempre orientado por um ginecologista e, pode ser feito com a aplicação de pomadas ginecológicas, com propriedades antissépticas, hormonais ou regenerantes, como policresuleno, clostebol e neomicina, por exemplo, que ajudam a cicatrizar a lesão, devendo ser aplicadas diariamente, especialmente à noite, antes de deitar.

Além disso, nos casos em que as feridas foram causadas por infecções do colo do útero, como por Clamídia, Candidíase, Sífilis, Gonorréia e Herpes, por exemplo, é orientado o uso de antibióticos, prescritos pelo ginecologista, que podem ser por comprimido ou por pomadas, como Nistatina, Aciclovir, Azitromicina, Penicilina, Clindamicina, por exemplo. 

Cauterização para tratar a ferida no útero

Em alguns casos, a pomada não é suficiente para a cicatrização da ferida, sendo necessário um procedimento chamado cauterização, que pode ser feito para retirar o tecido inflamado e permitir que o útero cicatrize com uma pele saudável.

Assim, de acordo com o tipo da lesão e a gravidade, o médico pode indicar fazer:

  • Cauterização através de crioterapia: que é uma queimadura feita com frio e químicos, para remover o tecido inflamado;
  • Eletrocauterizaçao: é um procedimento em que as células são removidas com uma corrente elétrica, através de eletricidade ou laser.

Estas técnicas são frequentemente usadas para tratar inflamações mais graves do colo do útero, como cervicite, cistos, lesões causadas pelo vírus HPV ou lesões que têm risco de virar câncer do colo do útero. Saiba mais sobre a cauterização em: Cauterização do colo do útero.

Caso o tratamento não seja feito, a ferida pode aumentar, podendo provocar infertilidade, impedindo a gravidez, ou até causar câncer.

A cicatrização da ferida demora entre 2-3 semanas, e durante esse tempo, para facilitar a recuperação e não ter complicações, como infeções, deve-se evitar ter contato íntimo, além de ser fundamental manter uma higiene íntima diária, usando água corrente e sabão neutro, secando bem a região e vestindo calcinha de algodão. Saiba mais dicas em: Como fazer a higiene íntima.

Para evitar que a ferida no útero se agrave, é importante que todas as mulheres façam uma consulta com um ginecologista pelo menos 1 vez ao ano ou a cada 2 anos, e sempre que surgirem sintomas como corrimento, para que seja feito o exame ginecológico e sejam detectadas alterações ou risco de alterações no útero. 

Como tratar a ferida no útero

Tratamento para ferida no útero na gravidez

Para tratar a ferida do útero na gravidez, são feitos os mesmos procedimentos que na mulher que não está gravida, e, nestes casos, o tratamento deve ser feito o quanto antes para evitar que a inflamação e a infecção causem prejuízos ao bebê, como aborto, parto prematuro, atraso do desenvolvimento e infecções. 

Além disto, quando necessário usar medicamentos ou pomadas, o ginecologista irá escolher aqueles que causem menor risco ao bebê, preferindo pomadas antissépticas e cicatrizantes, e usando antibióticos e hormônios somente quando necessário. 

Tratamento natural para ferida no útero

O tratamento caseiro para ferida no útero, não deve substituir o tratamento indicado pelo médico, porém pode ser um complemento, podendo em alguns casos, ajudar a recuperar mais rapidamente.

Desta forma, pode-se preparar e tomar um chá com as folhas de goiabeira, pois esta planta possui propriedades antibióticas e cicatrizantes que ajudam na recuperação uterina. Outra boa alternativa é o chá das folhas de tanchagem. Saiba mais em: Remédio natural para inflamação no útero.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...