Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Cianose: o que é, principais causas e como tratar

A cianose é uma condição caracterizada pela coloração azulada da pele, unhas ou boca, sendo normalmente um sintoma de doenças que podem interferir na oxigenação e circulação do sangue, como a insuficiência cardíaca congestiva (ICC) ou a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Como a alteração da oxigenação do sangue pode ser considerada uma alteração grave, é importante que a sua causa seja identificada e o tratamento adequado seja iniciado, pois assim é possível evitar complicações.

Cianose: o que é, principais causas e como tratar

Tipos de cianose

A cianose pode ser classificada de acordo com a velocidade, fluxo da circulação do sangue e quantidade de sangue oxigenado que chegam aos órgãos em:

  • Periférica, que acontece quando a velocidade da circulação é diminuída, não havendo circulação suficiente de sangue oxigenado para todo o corpo;
  • Central, em que o sangue já chega nas artérias sem oxigênio, sendo a causa principal doenças pulmonares;
  • Mista, que ocorre quando não só o processo de oxigenação que ocorre nos pulmões é prejudicada como também o coração não consegue promover o transporte suficiente de sangue oxigenado.

É importante que sejam feitos exames para que seja identificado o tipo de cianose e a sua causa para que o tratamento possa ser iniciado logo em seguida. 

O diagnóstico é feito a partir de exame físico, avaliação do história clínica da pessoa e exames laboratoriais que avaliam a concentração de hemoglobina no sangue e a eficiência das trocas gasosas, que é verificado por meio do exame de gasometria arterial. Entenda o que é e como é feito o exame de gasometria arterial.

Principais causas

A cianose pode ser causada por qualquer condição que interfira no processo de oxigenação e transporte do sangue e pode acontecer tanto na vida adulta quando em recém-nascidos. As principais causas da cianose são:

  • Doenças pulmonares, como DPOC, embolia pulmonar ou pneumonia grave, por exemplo;
  • Doenças cardíacas, com ICC ou trombose;
  • Intoxicação por medicamentos, como a Sulfa, por exemplo;
  • Tetralogia de Fallot ou Síndrome do bebê azul, que é uma doença genética caracterizada por alterações no coração que diminuem sua eficiência;
  • Alterações na hemoglobina, que podem ser identificadas por meio do teste do pezinho logo após o nascimento.

Além disso, é comum a cianose quando há exposição prolongada ao frio, ambiente muito poluído ou em elevadas altitudes, pois diminuem a eficiência da circulação sanguínea.

Como é feito o tratamento

O tratamento da cianose é feito de acordo com a causa, podendo ser indicado o uso de máscaras de oxigênio, prática de exercícios físicos para melhorar a circulação sanguínea e o processo de oxigenação, ou usar roupas mais quentes, quando a cianose for causada pelo frio, por exemplo.

Bibliografia >

  • Porto & Porto. Semiologia Médica. 8 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2019.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem