Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Cateterismo cerebral: o que é e possíveis riscos

O cateterismo cerebral é uma opção de tratamento para o Acidente Vascular Cerebral (AVC), que corresponde à interrupção do fluxo sanguíneo para algumas regiões do cérebro devido à presença de coágulos, por exemplo, dentro de alguns vasos. Assim, o cateterismo cerebral tem como objetivo remover o coágulo e restabelecer o fluzo sanguíneo para o cérebro evitando, assim, as sequelas relacionadas ao AVC. Saiba o que causa o AVC e como evitar. 

Esse procedimento é feito sob anestesia geral e na ausência de complicações, o paciente é liberado do hospital após 48 horas da realização do procedimento.

Cateterismo cerebral: o que é e possíveis riscos

Como é feito

O cateterismo cerebral é feito a partir da colocação de um tubo flexível, o cateter, que vai desde a artéria localizada na virilha até o vaso do cérebro que está obstruído para que o coágulo seja removido. A remoção do coágulo por meio do cateterismo pode ser auxiliado pela administração de anticoagulantes, o que aumenta ainda mais a eficácia desse tratamento.

Esse procedimento é pouco invasivo, feito a partir de um pequeno corte na virilha, e é realizado sob anestesia geral. Caso não haja complicações, a pessoa pode ser liberada do hospital 48 horas após o procedimento.

O cérebro não consegue suportar por muito tempo a falta de sangue e oxigênio, por isso, é importante que o cateterismo seja realizado o mais breve possível para evitar grandes danos. Assim, o sucesso do tratamento depende da extensão e do tempo que a obstrução do vaso ocorrreu.

A realização do cateterismo cerebral é indicada após 24 horas do aparecimento dos sintomas do AVC e é recomendado para pessoas que possuem uma grande obstrução em alguma artéria cerebral ou em pessoas cujo tratamento por meio da administração de remédios anticoagulantes diretamente na veia não é eficaz. Veja outras formas de tratar o AVC.

Possíveis riscos

Assim como qualquer outro procedimento cirúrgico, o cateterismo cerebral pode ter alguns riscos, como sangramento no cérebro ou no local em que foi introduzido o cateter. Porém, apesar disso, esse procedimento é considerado seguro e bastante eficiente, sendo capaz de evitar as sequelas do AVC, que podem ser bastante graves e debilitantes. Saiba o que pode acontecer depois de ter um AVC.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...