Chá de graviola: para que serve e como preparar

O chá de graviola é feito com as folhas, que é rica em acetogeninas, alcaloides, compostos fenólicos e vitaminas, o que faz com que esse chá tenha ação anti-inflamatória, anti-hipertensiva, imunomoduladora, antimicrobiana e antioxidante.

Assim, o chá de graviola pode ser usado para auxiliar no combate a febre e no tratamento de hipertensão, colesterol alto e diabetes, por exemplo, desde que recomendado pelo médico.

Apesar de possuir diversos benefícios para a saúde, o chá de graviola deve ser consumido com moderação, pois o consumo excessivo pode resultar em efeitos colaterais, como hipotensão, náuseas e vômitos.

Chá de graviola: para que serve e como preparar

Para que serve o chá de graviola

As folhas da graviola são ricas em fitoquímicos, como acetogeninas, alcaloides, compostos fenólicos, vitaminas e carotenoides, o que garante as propriedades anti-inflamatória, antidiabética, reguladora da temperatura e dos níveis de colesterol, hipotensiva, imunomoduladora, antimicrobiana, antioxidante, ansiolítica, cicatrizante e hepato e gastroprotetora. Assim, o chá de graviola pode servir para:

  • Aliviar a febre;
  • Combater a insônia, já que tem ação ansiolítica e sedativa;
  • Favorecer a cicatrização de feridas;
  • Auxiliar na regulação da pressão arterial;
  • Ajudar na regulação dos níveis de colesterol, prevenindo doenças cardiovasculares;
  • Auxiliar no tratamento da diabetes;
  • Melhorar a o funcionamento do sistema imune;
  • Combater e prevenir infecções causadas por bactérias, vírus ou parasitas, incluindo o responsável pela malária;
  • Proteger o fígado e o estômago, garantindo o bom funcionamento do organismo.

Apesar de ter diversas propriedades e benefícios, é importante que o consumo do chá de graviola seja feito de acordo com a recomendação do médico ou do fitoterapeuta. Além disso, o chá de graviola deve ser usados apenas como complemento terapêutico, não devendo substituir o tratamento indicado pelo médico. Conheça outros benefícios da graviola.

Como fazer o chá

O chá de graviola é fácil e rápido de fazer, podendo ser consumidas 2 a 3 xícaras de chá de graviola por dia, de preferência após as refeições.

Ingredientes

  • 10 g de folhas de graviola secas;
  • 1 litro de água fervente.

Modo de preparo

Para fazer o chá, basta colocar as folhas de graviola na água fervente e deixar por cerca de 10 minutos. Em seguida, deve-se coar e consumir quando estiver morno após as refeições.

Efeitos colaterais e contraindicações

Apesar da graviola possuir diversos benefícios, o consumo do chá de graviola deve ser orientado pelo fitoterapeuta ou nutricionista, pois o consumo em quantidades pode resultar em náuseas, vômitos, diminuição brusca da pressão e alterações intestinais, uma vez que devido às suas propriedades antimicrobianas, é capaz de eliminar as bactérias boas do organismo quando consumida em excesso.

Além disso, o consumo de graviola pelas grávidas não é indicado devido ao fato de poder resultar em parto prematuro ou aborto.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Equipe Tua Saúde - em Novembro de 2021. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista - em Novembro de 2021.

Bibliografia

  • GAVAMUKULYA, Yahaya; WAMUNYOKOLI, Fred; EL-SHEMY, Hany A. Annona muricata: Is the natural therapy to most disease conditions including cancer growing in ourbackyard? A systematic review of its research history and future prospects. Asian Pacific Journal of Tropical Medicine. Vol 10. 9 ed; 835–848, 2017
Mais sobre este assunto: