Cereja: 11 benefícios e como consumir (com receitas saudáveis)

Revisão clínica: Tatiana Zanin
Nutricionista
junho 2022

A cereja é uma fruta rica em polifenóis, fibras, betacaroteno e vitamina A e C, com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, que auxiliam no combate ao envelhecimento precoce, nos sintomas de artrite e gota, e no desenvolvimento de doenças cardiovasculares, possui também minerais como potássio e cálcio, necessários para a contração muscular, função nervosa e regulação da pressão arterial.

Além disso, a cereja também é uma boa fonte de triptofano, serotonina e melatonina que influenciam no estado de humor e no sono, podendo auxiliar no tratamento da depressão e da insônia.

Para consumir a cereja é importante que a fruta esteja fresca, o que pode ser verificado pelos talos verdes. Além disso, deve-se armazená-la na geladeira para aumentar o tempo de conservação e diminuir as perdas de vitamina C que podem ocorrer ao longo do tempo.

Benefícios da cereja para a saúde

Os principais benefícios da cereja são:

1. Ajuda a controlar a glicemia

A cereja possui polifenóis na sua composição, como o ácido clorogênico, que ajudam a regular os níveis de açúcar e de insulina no sangue, evitando picos ou queda da glicemia.

Além disso, as antocianinas presentes na cereja têm ação antioxidante que inibe a ação de enzimas que parecem aumentar o risco de diabetes tipo 2.

2. Protege contra doenças cardiovasculares

Por ser rica em antocianinas, a cereja fresca ajuda a controlar o colesterol ruim que é responsável por formar placas de gordura nas artérias, e por isso, ajuda a prevenir a aterosclerose e a reduzir o risco de doenças cardiovasculares como infarto do miocárdio ou derrame cerebral.

Outro potente antioxidante presente na cereja é a vitamina C que ajuda a reduzir os danos nas células, mantendo os vasos sanguíneos saudáveis. E apesar so seu sabor doce ela possui apenas 67 Kcal por cada 100g e deve ser consumida com casca. 

Além disso, alguns estudos mostram que, devido a sua concentração em potássio, tomar uma única dose de 300mL de suco de cereja por dia pode ajudar a reduzir a pressão alta.

3. Combate a artrite e a gota

Devido aos seus potentes efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes, a cereja pode reduzir o estresse oxidativo e a inflamação das articulações, prevenindo ou diminuindo os sintomas de artrite ou osteoartrite, como dor ou rigidez nas juntas. 

Além disso, a vitamina C da cereja também causa a eliminação de ácido úrico pela urina, sendo muito útil para quem tem gota, já que a condição é causada pelo acúmulo de ácido úrico nas articulações.

Assista o vídeo com a nutricionista Tatiana Zanin sobre alimentos que são bons para gota:

[video]

4. Melhora a qualidade do sono

A cereja possui triptofano que é importante para a produção de melatonina, um hormônio que o corpo produz de forma natural e que estimula o sono.

Alguns estudos mostram que tomar suco de cereja pela manhã e novamente uma a duas horas antes de dormir aumenta a duração e a qualidade do sono.

5. Reduz a dor muscular após exercícios físicos

Os compostos anti-inflamatórios e antioxidantes da cereja podem ajudar a aliviar a dor muscular, o desgaste celular e a inflamação após exercícios físicos.

Alguns estudos mostram que, devido suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, o suco de cereja azeda e o extrato de cereja amarga em pó aceleram a recuperação muscular, evitam a perda de força e melhoram o desempenho em atletas de elite, como ciclistas e corredores de maratona.

6. Melhora a saúde dos olhos

A cereja é rica em betacaroteno, que é um precursor da vitamina A, importante para manter a visão, especialmente a visão noturna. Além do betacaroteno, a cereja também possui vitamina A na sua composição, o que aumenta a proteção da saúde dos olhos e evita problemas como olhos secos e cegueira noturna.

7. Combate a depressão

Por possuir triptofano, a cereja contribui para a produção de serotonina, um hormônio que regula o humor, estresse e hiperatividade. Dessa forma, consumir a fruta pode aumentar a quantidade de serotonina no corpo, auxiliando no tratamento da depressão, da ansiedade e alterações de humor.

8. Previne o Alzheimer

Alguns estudos mostram que os polifenóis da cereja podem reduzir a perda de memória, o que pode diminuir o risco de desenvolver Alzheimer, por melhorar o funcionamento dos neurônios cerebrais, a comunicação entre o cérebro e o resto do corpo e ajudar a processar novas informações com eficácia. Entretanto, ainda são necessários mais estudos que comprovem esse benefício. 

9. Melhora o funcionamento do sistema digestivo

A cereja também possui fibras que têm propriedade laxativa, podendo melhorar a saúde digestiva e combater a prisão de ventre. Além disso, os polifenóis da cereja contribuem para o equilíbrio da flora gastrointestinal, o que contribui para o bom funcionamento do sistema digestivo.

10. Melhora a qualidade da pele

Por ser rica em betacaroteno e vitaminas A e C, que são antioxidantes, a cereja ajuda a combater os radicais livres que causam envelhecimento da pele.

A vitamina C da cereja também estimula a produção de colágeno pela pele, diminuindo a flacidez e o aparecimento de rugas e linhas de expressão. Já a vitamina A protege a pele dos danos causados pelos raios ultravioletas do sol. 

11. Auxilia no combate ao câncer

Alguns estudos em laboratório, usando células do câncer de mama e de próstata, mostraram que os polifenóis da cereja podem diminuir a proliferação e aumentar a morte de células desses tipos de câncer. Entretanto, ainda são necessários estudos em humanos que comprovem esse benefício.

Tabela de informação nutricional

A tabela a seguir traz a composição nutricional em 100 g de cerejas frescas.

Componentes

Quantidade por 100 g

Energia

67 calorias

Água

82,6 g

Proteínas

0,8 g

Carboidratos

13,3 g

Fibras

1,6 g

Vitamina A

24 mcg

Vitamina B6

0,04 mcg

Vitamina C

6 mg

Betacaroteno

141 mcg

Ácido fólico

5 mcg

Triptofano

0,1 mg

Cálcio

14 mg

Fósforo

15 mg

Magnésio

10 mg

Potássio

210 mg

Sódio

1 mg

É importante ressaltar que para obter todos os benefícios citados acima, a cereja deve fazer parte de uma alimentação balanceada e saudável.

Como consumir

A cereja pode ser consumida crua como sobremesa das refeições principais ou nos lanches, podendo também ser utilizada em saladas ou para fazer sucos, vitaminas, geléia, sobremesas, bolos ou chá. Veja como preparar o chá de cereja.

A porção diária recomendada é de cerca de 20 cerejas por dia, o equivalente a um copo dessa fruta e, para potencializar os benefícios, não se deve retirar as cascas antes do consumo.

Receitas saudáveis com cereja

Algumas receitas com cereja são rápidas, fáceis de preparar e nutritivas:

Suco de cereja

Ingredientes

  • 500 g de cerejas sem caroço;
  • 500 mL de água;
  • Açúcar ou adoçante a gosto;
  • Gelo a gosto.

Modo de preparo

Bater todos os ingredientes no liquidificador e beber em seguida.

Mousse de Cereja

Ingredientes

  • 1 xícara de cereja;
  • 300 g de iogurte grego;
  • 1 pacote ou folha de gelatina sem sabor;
  • 3 colheres de água.

Modo de preparo

Retirar os caroços das cerejas e bater no liquidificador juntamente com o iogurte. Dissolver a gelatina na água e acrescentar à mistura, mexendo bem até homogeneizar. Levar à geladeira para gelar e servir.

Geleia de cereja e chia

Ingredientes

  • 2 xícaras de cereja sem caroço;
  • 3 colheres de sopa de açúcar demerara ou mascavo;
  • 1 colher de sopa de água;
  • 1 colher de sopa de semente de chia.

Modo de preparo

Colocar as cerejas, o açúcar e a água em uma panela, deixando cozinhar em fogo baixo por cerca de 15 minutos ou até apurar, lembrando de mexer para não grudar no fundo da panela.

Quando a mistura engrossar, acrescentar as sementes de chia e cozinhar por mais cerca de 5 a 10 minutos, pois a chia irá ajudar a engrossar a geleia. Tirar do fogo e armazenar em um frasco de vidro esterilizado. Para esterilizar o vidro e a tampa, deve-se colocá-lo em água fervente durante 10 minutos.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em junho de 2022. Revisão clínica por Tatiana Zanin - Nutricionista, em junho de 2022.

Bibliografia

  • SILVA, Gonçalo R.; et al. Sweet Cherry Extract Targets the Hallmarks of Cancer in Prostate Cells: Diminished Viability, Increased Apoptosis and Suppressed Glycolytic Metabolism. Nutrition and Cancer. 1-15, 2019
  • LAGE, Nara N.; et al. Dark sweet cherry (Prunus avium) phenolics enriched in anthocyanins exhibit enhanced activity against the most aggressive breast cancer subtypes without toxicity to normal breast cells. Journal of Functional Foods. 64. 103710; 1-14, 2020
Mostrar bibliografia completa
  • OGUR, Recai; et al. Report: investigation of anti-cancer effects of cherry in vitro. Pak J Pharm Sci. 27. 3; 587-592, 2014
  • CÁSEDAS, Guillermo; et al. Bioactive and functional properties of sour cherry juice (Prunus cerasus). Food & Function. 7. 11; 4675-4682, 2016
  • KELLEY, Darshan S.; et al. A Review of the Health Benefits of Cherries. Nutrients. 10. 3; 1-22, 2018
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.