Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como fazer Autoexame de testículo para identificar câncer

O autoexame de testículo é um exame que o próprio homem pode fazer para pesquisar alterações no órgão genital, sendo útil para identificar precocemente o desenvolvimento de doenças como infecções ou câncer no testículo.

O câncer de testículo é mais comum em jovens com idade entre os 15 e 35 anos, mas é facilmente tratado, desde que identificado precocemente, podendo nem ser necessário retirar os dois testículos e permitindo manter a fertilidade.

Saiba mais sobre o câncer de testículo e como é feito o tratamento.

Como fazer Autoexame de testículo para identificar câncer

3 passos para fazer o autoexame testicular

O auto exame testicular deve ser feito durante o banho, pois é um momento no qual a pele da região genital se encontra mais relaxada, facilitando a manipulação dos testículos. Depois, deve-se seguir estes passos:

  1. Observar se existem alterações na textura ou cor do saco escrotal, em pé, de frente para o espelho, antes de entrar para o banho;
  2. Colocar o dedo do meio e o indicador atrás do testículo e o dedão em cima do testículo. Depois, deslizar o testículo entre os dedos para avaliar a presença de caroços e outras alterações;
  3. Encontrar o epidídimo e os ductos deferentes, que são os pequeno canais localizado logo atrás ou em cima do testículo, por onde passa o esperma. Estes canais deve ser identificados para não ser confundido com uma massa suspeita ou um gânglio inchado.

É normal que durante este exame se identifique que existe um caroço que se encontra mais abaixo que o outro. Sinais de alarme geralmente são a presença de coroços do tamanho de uma ervilha, que não causam dor, na parte da frente dos testículos ou alterações do tamanho dos testículos, por exemplo.

Quando fazer o autoexame de testículo

O autoexame dos testículos deve ser feito pelo menos 1 vez por dia, de preferência após um banho quente, pois o calor relaxa a região, facilitando a observação de alterações. No entanto, o autoexame também pode ser feito todos os dias, já que um melhor conhecimento do próprio corpo ajuda a identificar sinais precoces de várias doenças.

O autoexame testicular deve ser feito a partir da adolescência, para que o homem tenha noção do tamanho e forma normal dos testículos e veja mais facilmente qualquer alteração nestes órgãos.

Que alterações podem ser sinal de problemas

Durante a realização do autoexame, o homem ficar atento a alterações nos testículos como:

  • Diferença no tamanho;
  • Sensação de peso no escroto;
  • Presença de uma massa ou caroço duro no testículo;
  • Dor na região inferior da barriga ou virilha;
  • Presença de sangue no escroto;
  • Dor ou desconforto no testículo ou escroto.

Caso exista algum tipo de alteração, é aconselhado marcar uma consulta com um urologista para identificar a causa certa e iniciar o tratamento mais adequado, já que existem vários problemas que podem causar as mesmas alterações do câncer, como a epididimite ou o hidrocele, por exemplo.

Veja as 7 principais causas de caroço nos testículos.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...