Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve a Aroeira e como preparar o chá

Dezembro 2019

A aroeira é uma planta medicinal, também conhecida como aroeira vermelha, aroeira-da-praia, aroeira mansa ou corneíba, que pode ser utilizada como remédio caseiro para tratar doenças sexualmente transmissíveis e infecções urinárias em mulheres.

O seu nome científico é Schinus terebinthifolius e pode ser comprada em algumas lojas de produtos naturais e em farmácias de manipulação.

Para que serve a Aroeira e como preparar o chá

Para que serve a Aroeira

A aroeira possui propriedade adstringente, balsâmica, diurética, anti-inflamatória, antimicrobiana, tônica e cicatrizante, podendo ser utilizada para auxiliar no tratamento de:

  • Reumatismo;
  • Sífilis;
  • Úlceras;
  • Azia;
  • Gastrite;
  • Bronquite;
  • Íngua;
  • Diarreia;
  • Cistite;
  • Dor de dente;
  • Artrite;
  • Distensão dos tendões;
  • Infecções da região íntima.

Além disso, a aroeira pode ser usada para diminuir a febre e a ocorrência de tosse, por exemplo.

Chá de aroeira

Para fins terapêuticos são utilizadas as cascas, especialmente para fazer chá, e as outras partes da planta, para preparar banhos.

Ingredientes

  • 100 g de pó da casca da aroeira;
  • 1 litro de água fervente.

Modo de preparo

O chá feito das cascas é indicado para quem tem problemas de estômago e, para isso, basta adicionar o pó da casca na água fervente e depois tomar cerca de 3 colheres de sopa por dia.

Caso a aroeira seja utilizada para ajudar no tratamento de doenças de pele, basta colocar 20 g de cascas de aroeira em 1 litro de água e deixar ferver por 5 minutos. Depois coar e passar na região a ser tratada.

Contraindicações e possíveis efeitos colaterais

O uso da aroeira não é indicado para quem tem a pele muito sensível ou quem tem problemas gastrointestinais, pois o consumo excessivo dessa planta pode ter efeito purgativo e laxante e desencadear reações alérgicas na pele e nas mucosas, sendo importante nesses casos só fazer uso da Aroeira após indicação do médico ou do fitoterapeuta.

Além disso, o consumo por mulheres grávidas não é indicado, uma vez que foram notados alterações ósseas em um estudo realizado com ratos.

Bibliografia >

  • DE LUCENA, Periguari HL. et al. Avaliação da ação da Aroeira (Schinus terebinthifolius Raddi) na cicatrização de feridas cirúrgicas em bexiga de ratos. Acta Cirúrgica Brasileira. Vol 21. 2 ed; 46-51, 2006
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE E ANVISA. Monografia da espécie Schinus terebinthifolius Raddi (aroeira-da-praia). 2014. Disponível em: <http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/25/Vers--o-cp-Schinus-terebinthifolius.pdf>. Acesso em 23 Abr 2019
  • ESTEVÃO, Lígia R. et al. Schinus terebinthifolius Raddi ( Aroeira) leaves oil attenuates inflammatory responses in cutaneous wound healing in mice. Acta Cir. Bras. Vol.32(9). 726-735, 2017
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem