Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Ardência na língua: O que pode ser e Como tratar

A sensação de ardência ou queimação na língua é um sintoma relativamente comum, especialmente depois de se ingerir uma bebida muito quente, como café ou leite quente, que acaba queimando o revestimento da língua. No entanto, esse sintoma também pode surgir sem uma razão aparente, podendo indicar algum problema de saúde como deficiência nutricional, irritação da boca ou apenas indicar uma síndrome da boca seca, por exemplo.

Assim, sempre que a ardência na língua surge de repente e demora mais de 2 a 3 dias para desaparecer, é aconselhado consultar um dentista ou até um clínico geral, para avaliar a cavidade bucal e identificar a causa, iniciando o tratamento mais adequado.

Ardência na língua: O que pode ser e Como tratar

1. Ingerir alimentos ou bebidas quentes

Esta é a principal causa de ardência na língua que surge em quase todas as pessoas, pelo menos uma vez na vida. A queimação surge porque ao se ingerir algo muito quente, a temperatura pode acabar provocando uma queimadura na língua, lábios, gengivas ou bochechas. Na maioria das vezes, essa queimadura é ligeira, mas pode causar desconforto e perda da sensibilidade por até 3 dias.

  • O que fazer: para aliviar os sintomas deve-se dar preferência para alimentos e bebidas frios, deixando os alimentos mais quentes para depois que os sintomas desaparecerem. Assim, uma boa técnica é deixar a comida esfriar antes de comer, por exemplo. Além disso, deve-se manter uma boa higiene bucal e, se a queimadura, for muito grave, consultar um clínico geral.

2. Boca seca

A secura da boca surge quando as glândulas salivares não são capazes de produzir saliva em quantidade suficiente para manter a mucosa oral e a língua úmidas. Quando isso acontece, é normal o surgimento de uma sensação de ardência ou formigamento na língua.

Algumas das causas mais frequentes de boca seca incluem problemas nas glândulas salivares ou uso de alguns medicamentos. Além disso, as alterações hormonais, mais comuns nas mulheres, também podem causar secura da boca e, por isso, é possível que algumas pessoas apresentem a queimação da língua em períodos específicos da vida, como durante a menstruação, por exemplo. Conheça as principais causas de boca seca e o que fazer.

  • O que fazer: quando se sente a boca muito seca deve-se aumentar o consumo de água ou ficar mascando uma chiclete sem açúcar, por exemplo, para estimular a produção da saliva. No entanto, quando a secura se mantém por muito tempo, deve-se consultar um clínico geral para identificar a causa e iniciar o tratamento mais adequado.

3. Falta de vitamina B

A carência de vitaminas do complexo B geralmente causa uma ligeira inflamação da mucosa bucal, levando ao surgimento de ardência na língua, gengivas e bochechas. No entanto, a falta de minerais como ferro e zinco também pode provocar o mesmo tipo de sintomas.

Este tipo de carências é mais comum em pessoas que não fazem uma dieta variada ou que seguem um estilo de vida mais restrito de alimentos, como vegetarianos ou veganos, por exemplo. Veja quais os alimentos mais ricos em vitamina B, zinco ou ferro.

  • O que fazer: o ideal é fazer sempre uma dieta bastante variada, no entanto, se existir suspeita de haver deficiência de alguma vitamina deve-se consultar o médico para fazer um exame de sangue e iniciar a suplementação necessária.
Ardência na língua: O que pode ser e Como tratar

4. Infecção por fungos

A infecção por fungos, conhecida como candidíase, também pode surgir na língua, especialmente quando não se tem uma higiene bucal adequada. Quando isso acontece, é comum que suja a sensação de formigamento ou ardêmncia na língua, além de outros sinais como mau hálito e língua esbranquiçada. Veja outros sinais da candidíase oral.

  • O que fazer: normalmente a infecção pode ser controlada com a higiene bucal adequada, pelo menos 2 vezes por dia. No entanto, se não desaparecer em 1 semana deve-se consultar um dentista ou clínico geral, já que pode ser necessário usar algum antifúngico para tratar a infecção.

5. Síndrome da boca ardente

Esta é uma síndrome relativamente rara na qual a sensação de queimação na língua surge sem qualquer razão aparente e pode durar por vários anos. Além disso, podem ainda surgir outros sinais como formigamento e alterações do paladar, afetando especialmente pessoas com mais de 60 anos.

Ainda não são conhecidas as causas desta síndrome, mas o excesso de estresse, a ansiedade e a depressão aprecem ser fatores que aumentam o risco de a desenvolver.

  • O que fazer: quando se suspeita desta síndrome deve-se consultar um médico para confirmar o diagnóstico e descartar outras possibilidades. 

Quando ir ao médico

Normalmente, a ardência na língua desaparece em pouco tempo, mantendo-se uma higiene bucal adequada e ingerindo pelo menos 2 litros de água por dia. No entanto, é aconselhado ir ao médico se:

  • A ardência se mantiver por mais de 1 semana;
  • Existir dificuldade para comer;
  • Surgir outros sinais como placas brancas na língua, sangramento ou mau cheiro intenso.

Nestes casos, deve-se consultar um dentista ou um clínico geral, para identificar a causa correta e iniciar o tratamento mais adequado.

Veja ainda o que pode causar dor na língua e o que fazer.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Carregando
...