Anisocitose: o que é, como identificar e o que significa o resultado

junho 2022

Anisocitose é o termo usado para indicar a diferença de tamanho entre as hemácias, também chamadas de células vermelhas ou glóbulos vermelhos, podendo ser observadas circulando hemácias maiores e outras menores ou de tamanho normal.

Essa situação é identificada através do hemograma, por meio da avaliação do parâmetro RDW, além de também poder ser verificada por meio da observação das células sanguíneas no microscópio.

É importante que o resultado do RDW seja avaliado pelo médico que solicitou a realização do exame levando em consideração o resultado dos outros parâmetros presentes no hemograma, pois assim é possível identificar a causa da variação do tamanho das hemácias.

Como identificar

A anisocitose é identificada através da realização do hemograma e da observação das células sanguíneas no microscópio. No caso de anisocitose, ao avaliar as características das células, pode ser identificada a presença de hemácias maiores e menores.

Além da observação no microscópio, a anisocitose é também identificada por meio da avaliação do índice RDW, que é indicado no hemograma. Através desse índice é possível saber se há diferença entre o tamanho das hemácias. É considerada anisocitose quando o RDW é superior a 14%. Conheça mais sobre o RDW e valor de referência.

O que significa anisocitose discreta?

Anisocitose discreta é um termo que pode estar presente no hemograma quando o valor do RDW está ligeiramente acima do valor de referência e não são notadas outras alterações do hemograma. No entanto, é importante que o resultado seja avaliado pelo médico que indicou a realização do exame.

O que significa o resultado

O resultado do RDW acima de 14% é indicativo de anisocitose, ou seja, indica ao médico que existe diferença no tamanho das hemácias circulantes no sangue. As principais situações em que pode haver anisocitose são:

  • Anemia;
  • Deficiências nutricionais;
  • Talassemia;
  • Quimioterapia;
  • Tratamento com antivirais;
  • Alterações no fígado.

Assim, é importante que o médico avalie o resultado do RDW juntamente com os outros parâmetros do hemograma, como concentração de hemoglobina, VCM e HCM, para investigar a causa a anisocitose e serem avaliadas as características das hemácias e, assim, ser iniciado o tratamento mais adequado, caso haja necessidade. Veja como interpretar o hemograma.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Marcela Lemos - Biomédica, em junho de 2022.
Revisão clínica:
Marcela Lemos
Biomédica
Mestre em Microbiologia Aplicada, com habilitação em Análises Clínicas e formada pela UFPE em 2017 com registro profissional no CRBM/ PE 08598.