Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é e causas da acidose metabólica e respiratória

A acidose do sangue é caracterizada por excesso de acidez, causando um pH inferior a 7,35 que, geralmente, são provocados da seguinte forma:

  • Acidose metabólica: perda de bicarbonato ou acúmulo de algum ácido no sangue;
  • Acidose respiratória: acúmulo de dióxido de carbono (CO2) em doenças que afetam a respiração diarréia, doenças renais, infecção generalizada, falência do coração ou intoxicação pelo uso de substâncias ácidas.

O pH normal do sangue deve estar entre 7,35 até 7,45, pois esta faixa permite que o metabolismo do corpo funcione adequadamente. O pH ácido provoca sintomas como falta de ar, palpitações, vômitos, sonolência, desorientação e, até, causar risco de morte, caso se torne grave e não seja tratado para a regularização do pH.

Além da acidose, o pH pode se tornar mais alcalino, acima de 7,45, o que pode ocorrer tanto na alcalose metabólica como na alcalose respiratória

O que é e causas da acidose metabólica e respiratória

1. Acidose Metabólica

A acidose metabólica é causada por acúmulo de acidez na corrente sanguínea, tanto pela perda de bicarbonato ou pelo acúmulo de diferentes tipos de ácido. 

Quais são as causas

As possíveis causas de acidez no sangue são a perda de substâncias alcalinas, como o bicarbonato, ou o acúmulo de ácidos na corrente sanguínea, como ácido lático ou ácido acetoacético, por exemplo. Algumas das situações que levam a isto são;

  • Diarréia intensa;
  • Doenças renais;
  • Infecção generalizada;
  • Sangramentos;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Cetoacidose diabética;
  • Intoxicação, com AAS, álcool, metanol ou etilenoglicol, por exemplo;
  • Lesão de diversos músculos do corpo, o que acontece em casos da realização de exercícios extenuantes ou em doenças como leptospirose, por exemplo.

É importante lembrar que outra causa de acidez do sangue é a acidose respiratória, causada pelo acúmulo de CO2 no sangue devido a problemas pulmonares, como asma ou enfisema graves, doença neurológica que impede a respiração, como ELA ou distrofia muscular ou qualquer outra doença que dificulte a respiração.  

O que é e causas da acidose metabólica e respiratória

Principais sintomas

A acidose metabólica pode causar uma série de reações no organismo que influenciam a respiração, as reações cerebrais, a função cardíaca e o metabolismo do corpo. Os principais sinais e sintomas incluem:

  • Falta de ar;
  • Aumento da frequência respiratória;
  • Palpitações;
  • Náusea e vômito;
  • Dor de cabeça;
  • Sonolência ou desorientação;
  • Pressão baixa;
  • Intolerância à glicose.

Em alguns casos, os pacientes com acidose metabólica podem entrar em coma e correr risco de morte se o tratamento não for iniciado rapidamente.

A confirmação da acidose metabólica é feita pelo exame chamado gasometria arterial, capaz de obter os valores do pH e diversos outros dados sobre o sangue arterial. Saiba mais detalhes sobre este exame em para que serve a gasometria arterial. Além disso, outros exames, como exame de urina ou dosagem de tóxicos no sangue podem ajudar a determinar a causa da cetoacidose.

Como tratar 

O tratamento para acidose metabólica deve ser feito em internamento no hospital e, geralmente, a correção da doença que causa a acidose é suficiente para a melhora do quadro, como a administração de insulina em caso de diabetes, desintoxicação por substância tóxicas, por exemplo, além da hidratação com soro na veia.

Nos casos em que há perda de bicarbonato de sódio, como em diarréias ou vômitos, pode ser indicada a reposição desta substância por via oral. Entretanto, em alguns casos de acidez metabólica grave, pode ser necessária a administração de bicarbonato na veia para diminuir de forma mais rápida a acidez. 

O que é e causas da acidose metabólica e respiratória

2. Acidose respiratória

A acidose respiratória é o excesso de acidez no sangue que acontece devido à ventilação diminuída nos pulmões por dificuldades respiratórias, o que leva ao aumento da concentração de gás carbônico (CO2) na corrente sanguínea.

Quais são as causas

Geralmente, a acidose respiratória é causada por doenças pulmonares como asma ou enfisema graves, assim como outras doenças que podem impedir a respiração, como esclerose lateral amiotrófica, mistenia gravis, distrofia muscular, insuficiência cardíaca ou quando há uma parada cardiorrespiratória, por exemplo. 

Principais sintomas

Apesar de nem sempre causar sintomas, a acidose respiratória pode provocar falta de ar, suor, tontura, extremidades arroxeadas, tosse, desmaio, palpitações, tremores ou convulsões, por exemplo.

Para confirmar o diagnóstico, também é feito o exame de gasometria arterial, que detecta os valores do pH sanguíneo e dosagem de substâncias como CO2 e bicarbonato, e além disso o médico também fará uma avaliação clínica para identificar a causa. 

Como tratar

O tratamento da acidose respiratória é feito buscando-se melhorar a respiração do paciente, seja com tratamentos pulmonares, uso de oxigênio ou, até, uso de aparelhos de ventilação mecânica nos casos mais graves. 

Mais sobre este assunto:


Carregando
...