Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Acetilcisteína: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Revisão clínica: Flávia Costa
Farmacêutica
janeiro 2023
  1. Para que serve
  2. Posologia
  3. Xarope
  4. Efeitos colaterais
  5. Contraindicações

A acetilcisteína é um medicamento expectorante que alivia a tosse, fluidificando as secreções das vias aéreas e facilitando a sua eliminação. Normalmente, a acetilcisteína é indicada em caso de problemas respiratórios como bronquite, pneumonia ou enfisema pulmonar.

Este medicamento pode provocar efeitos colaterais como náusea, vômito, diarreia e, nos casos mais graves, reações alérgicas, como anafilaxia, não devendo ser usado sem orientação médica.

A acetilcisteína pode ser encontrada em farmácias ou drogarias na forma de comprimido, xarope ou granulado, com os nomes comerciais Fluimucil, Flucistein, Aires ou Cisteil, ou com o nome genérico acetilcisteína.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

A acetilcisteína é indicada para aliviar a tosse com catarro nas seguintes situações:

  • Bronquite aguda;
  • Bronquite crônica;
  • Bronquite causada pelo tabagismo;
  • Enfisema pulmonar;
  • Pneumonia;
  • Colapso ou fechamento dos brônquios;
  • Fibrose cística.

Além disso, a acetilcisteína também pode ser indicada em caso de intoxicação devido à ingestão acidental ou voluntária de grandes quantidades de paracetamol. Veja como é feito o tratamento em caso de intoxicação.

A acetilcisteína é recomendada para COVID-19?

A acetilcisteína tem sido estudada para auxiliar no tratamento da COVID-19 [1,2], em pessoas que apresentam danos nos alvéolos pulmonares e produção de secreção nos pulmões. Isto porque a acetilcisteína tem demonstrado ter ação anti-inflamatória e antioxidante que parece ajudar a diminuir os danos provocados pela COVID-19.

No entanto, ainda são necessários mais estudos que comprovem a eficácia da acetilcisteína no tratamento da COVID-19, assim como a dose recomendada. Confira todos os medicamentos aprovados e em estudo para a COVID-19.

Acetilcisteína é antibiótico?

A acetilcisteína não é um antibiótico e sim expectorante, promovendo a eliminação de secreções muito densas e viscosas nas vias aéreas.

Posologia e como usar

A acetilcisteína deve ser tomada por via oral, na dose, nos horários e pelo tempo de tratamento estabelecido pelo médico. No caso de esquecer de tomar uma dose na hora certa, deve-se tomar assim que lembrar, mas deve-se pular a dose esquecida se estiver quase na hora de tomar a próxima dose. Não tomar duas doses ao mesmo tempo para compensar a dose esquecida.

A forma de uso da acetilcisteína depende da apresentação e da idade da pessoa e inclui:

1. Acetilcisteína xarope infantil (20 mg/mL)

O xarope pediátrico da acetilcisteína contém 20 mg de acetilcisteína para cada 1 mL da solução, e é indicado para crianças com mais de 2 anos de idade.

As doses recomendadas do xarope pediátrico são:

  • Crianças de 2 a 4 anos: a dose recomendada do xarope pediátrico é de 5mL, que equivale a 100 mg de acetilcisteína, que pode ser tomada de 2 a 3 vezes ao dia, conforme orientação do pediatra;
  • Crianças com 4 anos ou mais: a dose recomendada do xarope pediátrico é de 5mL, 3 a 4 vezes ao dia, conforme orientação do pediatra.

Em casos de complicações pulmonares da fibrose cística, a dose pode ser aumentada para 10 mL do xarope pediátrico a cada 8 horas e seu uso deve ser orientado pelo pediatra.

A acetilcisteína xarope pediátrico não deve ser usada por crianças menores de 2 anos, a não ser que seja recomendado pelo médico.

2. Acetilcisteína xarope adulto (40 mg/mL)

A dose recomendada do xarope adulto de acetilcisteína é de 15 mL, que corresponde a 600 mg de acetilcisteína, 1 vez ao dia, de preferência à noite, durante cerca de 5 a 10 dias. Em casos de complicações pulmonares da fibrose cística, a posologia pode ser aumentada para 5 a 10 mL a cada 8 horas, conforme recomendação médica.

3. Acetilcisteína comprimido efervescente (200 mg e 600 mg)

A dose recomendada da acetilcisteína na forma de comprimido efervescente é de 1 comprimido efervescente de 200 mg dissolvido num copo de água a cada 8 horas, ou 1 comprimido efervescente de 600 mg, uma vez ao dia, de preferência à noite, durante cerca de 5 a 10 dias, conforme orientação médica.

4. Acetilcisteína sachê

O sachê da acetilcisteína contém 200 mg ou 600 mg de acetilcisteína na forma de granulado e seu uso deve ser feito por via oral, dissolvendo todo o conteúdo do sachê em 1 copo de água, misturando bem até que fique completamente dissolvido.

A dose recomendada de acetilcisteína para adultos é de 1 sachê de granulado 200 mg, 2 a 3 vezes ao dia, ou 1 sachê de granulado 600 mg, uma vez ao dia, de preferência à noite. Em casos de complicações pulmonares da fibrose cística, a posologia pode ser aumentada para 200 a 400 mg a cada 8 horas, conforme recomendação médica.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com acetilcisteína são náusea, vômito, diarreia ou irritação gastrointestinal.

Além disso, em alguns casos, a acetilcisteína pode causar reações alérgicas graves, sendo recomendado procurar a emergência para uma avaliação em caso de sintomas como dificuldade para respirar, tosse, dor no peito e inchaço na boca, língua ou rosto. Veja mais sintomas de anafilaxia.

Acetilcisteína dá sono?

A acetilcisteína normalmente não dá sono. Embora a acetilcisteína algumas vezes cause pressão baixa, o que pode provocar sonolência, este não é um efeito colateral comum deste medicamento.

Quando não é indicado

A acetilcisteína não deve ser usada por crianças com menos de 2 anos de idade, mulheres grávidas ou em amamentação, ou por pessoas que têm úlcera gastroduodenal.

Além disso, esse remédio não deve ser usado por pessoas que têm alergia à acetilcisteína ou qualquer outro componente da fórmula.

A acetilcisteína não deve ser usada para tosse seca, pois esse remédio age deixando o catarro mais líquido facilitando sua eliminação. No caso de tosse seca, o corpo não produz catarro, portanto, esse remédio não é indicado para tosse seca.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em janeiro de 2023.

Bibliografia

  • STATPEARLS. N Acetylcysteine. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK537183/>. Acesso em 17 jan 2023
  • DRUGS.COM. Acetylcysteine. Disponível em: <https://www.drugs.com/monograph/acetylcysteine.html>. Acesso em 23 jun 2021
Mostrar bibliografia completa
  • LUO, Pan; et al. Perspectives for the Use of N-acetylcysteine as a Candidate Drug to Treat COVID-19. Mini Rev Med Chem. 21. 3; 268-272, 2021
  • RAHIMI, Arash; et al. The efficacy of N-Acetylcysteine in severe COVID-19 patients: A structured summary of a study protocol for a randomised controlled trial. Trials. 2. 271; 1-3, 2021
  • EMS S/A. Acetilcisteína Granulado 200 mg e 600 mg. Disponível em: <https://docs.google.com/gview?url=https://uploads.consultaremedios.com.br/drug_leaflet/Bula-Acetilcisteina-EMS-Paciente-Consulta-Remedios.pdf?1596660668&embedded=true>. Acesso em 23 jun 2021
  • SHI, Z.; PUYO, C. A. N-Acetylcysteine to Combat COVID-19: An Evidence Review. Ther Clin Risk Manag. 16. 1047-1055, 2020
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.

Tuasaude no Youtube

  • 5 EXERCÍCIOS PARA FORTALECER O PULMÃO | com @mircafisio

    06:03 | 756406 visualizações