Abstinência sexual: o que é e quando é recomendada

Abril 2021

A abstinência sexual é quando a pessoa não tem contato sexual durante um período de tempo, podendo ser recomendada pelos médicos antes de exames como papanicolau ou espermograma, após uma cirurgia ou durante o tratamento de doenças sexualmente transmissíveis, por exemplo.

Além disso, a abstinência sexual não faz mal à saúde e é o único método contraceptivo 100% natural para a prevenção de gravidez e também para evitar infecções sexualmente transmissíveis, por exemplo, podendo ser feita por qualquer pessoa em qualquer idade.

Abstinência sexual: o que é e quando é recomendada

As principais recomendações para a abstinência sexual são:

1. Após cirurgia

Após qualquer procedimento cirúrgico, é recomendada a abstinência sexual por um período de tempo determinado pelo médico, de acordo com o tipo de cirurgia realizada, pois deve-se fazer repouso para permitir o corpo se recuperar da cirurgia, além de evitar infecções, hemorragias e a abertura dos pontos da cicatriz.

2. Após o parto

A abstinência sexual após o parto, tanto natural como cesariana, é recomendada por um período que pode variar de 4 a 6 semanas, para permitir que o corpo se recupere e ocorra cicatrização adequada do canal vaginal ou da cicatriz na barriga e evitar o risco de complicações como sangramentos ou infecções.

3. Durante o tratamento de doenças sexualmente transmissíveis

Durante o tratamento de doenças sexualmente transmissíveis, como clamídia, gonorréia ou sífilis, por exemplo, é recomendada abstinência sexual para evitar que exista uma reinfecção e alcançar a cura da doença, mesmo se a pessoa apresentar melhora dos sintomas em poucos dias, além de evitar o contágio do parceiro.

Antes de voltar a ter contato íntimo é preciso garantir que a pessoa e o parceiro estejam saudáveis, seguindo todas as recomendações médicas, e deve-se usar algum método contraceptivo como preservativo feminino ou masculina e se proteger de doenças sexualmente transmissíveis.

4. Após cauterização do colo do útero

A abstinência sexual é recomendada após a cauterização do útero, um tipo de tratamento indicado para os casos de feridas no útero provocadas por HPV, alterações hormonais ou infecções vaginais, por exemplo, para permitir a cicatrização do colo do útero e evitar infecções. Geralmente esse período de abstinência varia entre 1 a 4 semanas, dependendo da velocidade de cicatrização que varia de mulher para mulher.

5. Antes de realizar o papanicolau

A abstinência sexual é recomendada para mulheres antes de realizar o exame de papanicolau, pelo período de 3 dias, pois a presença do sêmen no canal vaginal pode alterar o resultado do exame.

Além disso, deve-se evitar o uso de duchas vaginais ou usar espermicidas, pois podem causar irritação da mucosa vaginal e interferir no resultado do exame.

6. Antes de realizar o espermograma

Antes de realizar o espermograma, que é um exame para avaliar a quantidade e a qualidade dos espermatozoides do homem, é recomendada a abstinência sexual ou qualquer outra ação que provoque ejaculação, pelo período de 2 a 5 dias, pois pode influenciar na quantidade de espermatozóides presentes no sêmen e alterar o resultado do exame.

7. Para evitar gravidez

A abstinência sexual é a única forma para evitar gravidez que é 100% seguro e não possui efeitos colaterais como os anticoncepcionais hormonais. Além disso, a abstinência sexual protege de doenças sexualmente transmissíveis se não houver nenhum outro tipo de contato sexual com outra pessoa.

8. Durante uso de remédios vaginais

A abstinência sexual também é recomendada durante o uso de medicamentos como pomadas, comprimidos ou óvulos vaginais para tratamento de infecções ou inflamações na vulva, vagina ou região perianal causadas por candidíase, vaginose ou tricomoníase, por exemplo, para permitir que o remédio exerça seu efeito de forma correta e o corpo se recupere da doença. Além disso, a abstinência sexual é recomendada para evitar a transmissão da infecção ou inflamação para o parceiro.

Geralmente, esse período de abstinência sexual pode variar de 1 a 7 dias, dependendo do tipo de infecção e do medicamento vaginal indicado pelo médico.

9. Durante o uso de absorvente interno

Outra recomendação para a abstinência sexual é durante o uso do absorvente interno no período menstrual, porque ao ter relação sexual utilizando o absorvente interno pode causar infecções na vagina e no útero, sendo recomendado que se retire o absorvente interno antes de ter o contato íntimo.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • ELZANATY, Saad; MALM, Johan; GIWERCMAN, Aleksander. Duration of sexual abstinence: epididymal and accessory sex gland secretions and their relationship to sperm motility. Human Reproduction. 20. 1; 221–225, 2005
  • OTTA, Mary A.; SANTELLI, John S. Abstinence and abstinence-only education. Curr Opin Obstet Gynecol. 19. 5; 446–452, 2007
  • ZEILER, Alean. Abstinence education. Linacre Q. 81. 4; 372–377, 2014
Mais sobre este assunto: