3 exercícios para acabar com o culote

Revisão clínica: Carlos Bruce
Personal Trainer
setembro 2022

Alguns exercícios ajudam a diminuir o culote, pois atuam diminuindo os depósitos de gordura nessa região e na parte lateral da coxa. Além disso, também combatem a flacidez e tonificam os músculos das pernas, abdominais e glúteos, ajudando a ter um corpo mais definido.

A prática de aulas de step ou bicicleta também podem ser incluídos na rotina de exercícios para perder o culote, podendo ser feito antes dos exercícios localizados.

Alguns exercícios para o culote que podem ser recomendados são:

1. Cadeira abdutora

Para fazer esse exercício, a pessoa deve sentar-se no aparelho de abdução, também conhecido como cadeira abdutora, e fazer força com as pernas para abrir o aparelho. Repetir este exercício 8 a 10 vezes, ou de acordo com a orientação do profissional de educação física, descansar alguns segundos e fazer mais 2 séries.

2. Abertura lateral das pernas

Deitar de lado, apoiar a cabeça com uma mão e elevar uma perna. Repetir este exercício 10 vezes com cada perna, descansar alguns segundos e fazer mais 2 séries, de acordo com a orientação do profissional de educação física.

Para que o exercício tenha mais efeito, pode-se colocar uma caneleira em cada perna, começando com 1 kg e aumentando com o tempo.

3. Prancha lateral

Deitar de lado, apoiar um cotovelo no chão e elevar todo o tronco, mantendo o corpo bem esticado e firme por 3 segundos no ar e depois descer. Repetir este exercício 15 vezes, descansar alguns segundos e fazer mais 2 séries. Em seguida, deve-se fazer o movimento para o outro lado.

Tratamentos para combater o culote

Alguns tratamentos estéticos podem também estimular a eliminação do excesso de gordura na parte lateral da coxa, como:

  • Carboxiterapia: é um tratamento que consiste na aplicação de injeções de gás carbônico por baixo da pele para eliminar a gordura localizada e combater a flacidez, já que o gás carbônico injetado estimula a circulação celular e a oxigenação dos tecidos;
  • Radiofrequência: é um tratamento que eleva a temperatura da pele e do músculo até aproximadamente 41 ºC, rompendo as membranas das células de gordura e facilitando a sua eliminação do organismo;
  • Lipocavitação: este procedimento elimina a gordura localizada do quadril através de um aparelho de ultrassom que ajuda a destruir a gordura acumulada nessa região.

No entanto, sem a prática de atividade física e alimentação saudável e equilibrada, os tratamento estéticos não são eficazes.

Alimentação para combater o culote

É importante que os exercícios para culote sejam acompanhados por uma alimentação equilibrada e saudável, sendo importante dar prioridade ao consumo de vegetais, frutas com casca, legumes e alimentos ricos em fibras que ajudem a aumentar a sensação de saciedade. Além disso, é também recomendado consumir cerca de 2 litros de água por dia.

É também importante evitar o consumo de doces, frituras e produtos industrializados ricos em gordura saturada e açúcares. Confira o que comer antes e depois do treino para garantir os resultados.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em setembro de 2022. Revisão clínica por Carlos Bruce - Personal Trainer, em maio de 2016.
Revisão clínica:
Carlos Bruce
Personal Trainer
Formado pela Universidade Federal do Rio De Janeiro em 2012, com registro profissional no CREF 038849-G/RJ.

Tuasaude no Youtube

  • Perca barriga com estes 7 exercícios

    11:10 | 459300 visualizações
  • Como queimar gordura com JEJUM INTERMITENTE

    14:55 | 650640 visualizações
  • TREINAR EM JEJUM FAZ MAL?

    04:20 | 40095 visualizações
  • Como ficar com barriga sequinha sem esforço

    02:09 | 542516 visualizações
  • O que comer antes e depois do treino

    02:58 | 1523700 visualizações