Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é e como funciona a Ultracavitação

Atualizado em Setembro 2019

A ultracavitação é uma técnica terapêutica segura, indolor e não invasiva, que utiliza uma baixa frequência ultrassom para eliminar a gordura localizada e remodelar a silhueta, sem danificar a microcirculação e tecidos adjacentes, podendo ser utilizada em homens e mulheres.

Este tratamento é seguro e eficaz e pode ser realizado em pessoas que pretendem eliminar gordura localizada na barriga, braços, glúteos ou coxas por exemplo, porém não é uma técnica adequada para pessoas que desejam perder peso, sendo indicada para pessoas com um IMC saudável e percentual de gordura corporal dentro dos limites.

Os resultados podem já ser visíveis logo na primeira sessão, porém são necessárias cerca de 6 a 10 sessões para obter os resultados desejados. Cada sessão pode ter um preço de cerca de 100 reais.

O que é e como funciona a Ultracavitação

Como funciona e como é feita

A ultracavitação é realizada com um aparelho chamado de ultrassom cavitacional, que emite ondas ultrassônicas que são capazes de criar numerosas bolhas de gás de uma pequena dimensão, que vão acumulando energia corporal e aumentando de tamanho, criando uma compressão estável nas cavidades do líquido intersticial da hipoderme, o que vai levar à quebra da membrana dos adipócitos, liberando a gordura que é depois recolhida pelo sistema linfático e levada para o sistema vascular, sendo depois encaminhada para o fígado, para ser metabolizada.

O procedimento é realizado num consultório estético, por um profissional especializado, onde a pessoa se deita numa maca. Depois é colocado um gel condutor na região a tratar, onde se passa o dispositivo lentamente, em movimentos suaves.

O número de sessões depende da quantidade de gordura localizada na região e da resposta da pessoa ao tratamento, sendo necessárias, em média, cerca de 6 a 10 sessões.

Quais os resultados

Os resultados são visíveis logo após a primeira sessão, em que são eliminados cerca de 2 centímetros de volume corporal. A recuperação é imediata e os resultados são duradouros.

Conheça outras técnicas para eliminar gordura localizada.

Quem não deve fazer

A ultracavitação não deve ser realizada em pessoas com elevados níveis de colesterol e triglicerídeos no sangue, em grávidas, pessoas com labirintite, doenças vasculares, cardiopatias, síndromes metabólicas, com próteses metálicas, transplantados e pessoas com insuficiência renal e hepática. Além disso, também não deve ser realizado em pessoas que tenham algum tipo de tumor.

Assim, antes de realizar o procedimento, é importante que a pessoa realize exames para verificar os níveis de colesterol e triglicerídeos e que seja avaliado pelo médico.


Bibliografia

  • SILVA, J.P et. al.. ULTRACAVITAÇÃO PARA GORDURA LOCALIZADA – REVISÃO DE LITERATURA. Revista Saúde em Foco. 10; 702-710, 2018
  • REBELO, Fabiana da Silva. Eficácia da ultracavitação na eliminação de gordura localizada. Pós-graduação em Fisioterapia em Dermato-Funcional, Faculdade Fasserra.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem