Ferimento ou machucado no olho: 5 causas (e o que fazer)

Revisão médica: Dr. Arthur Frazão
Oftalmologista
junho 2022

Ferimentos e machucados nos olhos podem ser causados pelos dedos, unha ou poeira, por exemplo, e não causar mais do que um pouco de vermelhidão e desconforto no olho.

No entanto, pancadas, queimaduras e contato com produtos químicos como produtos de limpeza, também podem causar ferimentos  de maior gravidade, levando a sintomas como dor, saída de lágrimas e dificuldade para enxergar além da vermelhidão.

Devido ao risco de infecção e até mesmo de perda da visão, após ferimentos nos olhos é importante consultar um oftalmologista assim que possível ou procurar uma emergência. Nestes casos, pode ser necessário o uso de colírios, antibióticos ou mesmo cirurgia.

1. Arranhão na córnea (poeira ou unhas)

O arranhão na córnea, também chamado de abrasão da córnea, está relacionado ao trauma causado por poeira, esfregar os olhos com muita intensidade,  unhas, dormir com lentes de contato ou corpos estranhos como ciscos ou terra. 

Esses traumas podem causar a sensação de areia no olho, além de dor, vermelhidão, lágrimas e até dificuldade para enxergar.

O que fazer: lavar o olho com água corrente pode ajudar a aliviar o desconforto e, muitas vezes, o arranhão se cura em cerca de 2 a 3 dias sem que nenhuma medida específica seja necessária. No entanto, devido ao risco de infecção é recomendado consultar um oftalmologista assim que possível para uma avaliação, uma vez que antibióticos podem ser necessários.

Além disso, quando o arranhão está relacionado com corpos estranhos, deve-se evitar esfregar ou coçar o olho ou tentar remover o corpo estranho com as unhas, cotonete ou pinça. Neste caso, também é importante consultar um oftalmologista para que a remoção possa ser feita com os cuidados apropriados. Veja mais dicas sobre como cuidar de um arranhão na córnea.

2. Perfurações, cortes e pancadas nos olhos

Ferimentos nos olhos causados por objetos pontiagudos ou cortantes como lápis, pinça, utensílios de cozinha e pancadas podem lesionar o globo ocular e causar sintomas como inchaço, sangramento, dor, vermelhidão, excesso de lágrimas e dificuldade para enxergar. Além disso, se o objeto estiver sujo ou contaminado por microrganismos pode causar uma infecção grave.

O que fazer:  é importante procurar uma emergência assim que possível para que o tratamento mais apropriado seja iniciado, que pode envolver uso de antibióticos e, nos casos mais graves, cirurgia. Além disso, o objeto causador do ferimento não deve ser removido do olho até a avaliação pelo oftalmologista, mesmo que seja visível. Ainda, é recomendado evitar tossir ou aplicar pressão sobre o olho para não piorar o ferimento.  

3. Ferimentos no interior do olho

Ferimentos no interior do olho podem ser decorrentes de pancadas ou acidentes e causar sangramentos que podem ser notados pela presença de sangue dentro do olho.  Geralmente, além de dor e vermelhidão no olho, também pode haver dificuldade para enxergar. 

O que fazer: em caso de suspeita de ferimentos no interior do olho, é importante procurar uma emergência assim que possível para uma avaliação e início do tratamento mais apropriado. 

4. Queimaduras por calor ou faíscas da solda

Ferimentos causados por queimadura de calor ou faíscas de solda podem provocar sintomas como sensibilidade à luz, dor, vermelhidão e lacrimejamento. Além disso, quando causados por faíscas de solda, os sintomas podem demorar até 12 horas para surgir. 

O que fazer: em caso de queimadura por calor, é recomendado lavar o olho e as pálpebras com água fria corrente e colocar um pano úmido sobre o olho regularmente até o atendimento por um médico. Além disso, curativos devem ser evitados porque podem piorar as feridas e úlceras na córnea. Em todos os casos de queimaduras, é importante procurar uma emergência assim que possível para uma avaliação. 

5. Queimaduras por produtos químicos

Queimaduras por produtos químicos podem ser causadas pelo uso de substâncias como ácidos e gases no trabalho, explosões da bateria do carro e produtos de limpeza, por exemplo. 

Esses ferimentos podem causar sintomas como dor, vermelhidão, aumento da sensibilidade à luz e dificuldade para enxergar.

O que fazer: Devido ao risco de perda permanente da visão, é importante procurar uma emergência assim que possível para que o tratamento mais apropriado possa ser iniciado. O tratamento geralmente envolve a lavagem dos olhos afetados com soro ou água corrente para neutralizar a irritação causada pela substância. Além disso, pode ser necessário o tratamento com medicamentos como antibióticos e colírios lubrificantes.

Consequências das feridas nos olhos

Quando não tratadas adequadamente, as feridas nos olhos podem causar:

  • Perda permanente da visão;
  • Infecções;
  • Úlcera de córnea.

Devido aos riscos envolvidos, é importante consultar um oftalmologista assim que possível e, principalmente nos casos de ferimentos, corpos estranhos e queimaduras procurar uma emergência para que o tratamento mais apropriado possa ser iniciado o quanto antes. 

Esta informação foi útil?

Atualizado por Jonathan Panoeiro - Neuropediatra, em junho de 2022. Revisão médica por Dr. Arthur Frazão - Oftalmologista, em maio de 2021.

Bibliografia

  • AHMED, Faheem; HOUSE, Robert J; FELDMAN, Brad H. Corneal Abrasions and Corneal Foreign Bodies. Prim Care. Vol.42, n.3. 363-375, 2015
  • GELSTON, Christopher D. Common Eye Emergencies. Am Fam Physician. Vol.88, n.8. 515-519, 2013
Mostrar bibliografia completa
  • LOPORCHIO, Dean et al. Intraocular foreign bodies: A review. Surv Ophthalmol. Vol.61, n.5. 582-596, 2016
  • DUA, Harminder S. et al. Chemical eye injury: pathophysiology, assessment and management. Eye (Lond). Vol.34, n.9. 2001-2019, 2020
Revisão médica:
Dr. Arthur Frazão
Oftalmologista
Médico generalista, especialista em Oftalmologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em 2008, com registro profissional no CRM/PE 16878