Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar a pneumonia

O tratamento deve ser sempre iniciado no hospital com a supervisão de um pneumologista, pois é necessário identificar se a pneumonia está sendo provocada por bactérias ou vírus, de forma a adaptar o tratamento e facilitar a cura.

Geralmente, os casos mais fáceis de tratar são os provocados por vírus, porque o organismo é capaz de os eliminar de forma natural, sem precisar de antibióticos. Dessa forma, a pneumonia viral é quase sempre menos grave, podendo ser tratada em casa com cuidados básicos, como descansar ou beber muita água, por exemplo. Saiba mais sobre o tratamento deste tipo de penumonia.

Já os casos de pneumonia bacteriana precisam ser tratados com antibióticos porque o organismo não consegue curar a doença sozinho, o que facilita o seu rápido agravamento. Nestes casos é comum que seja necessário ficar internado no hospital para iniciar o uso de antibióticos diretamente na veia, antes de fazer o tratamento em casa. Veja mais sobre como é feito o tratamento da pneumonia bacteriana.

Como tratar a pneumonia

Como é feito o tratamento em casa

Em casa é muito importante manter todas as indicações, utilizando todos os remédios receitados pelo médico. Além disso, é preciso ter outros cuidados para acelerar o tratamento como:

  • Evitar sair de casa durante todo o tratamento;
  • Beber cerca de 2 litros de água por dia, para evitar desidratação;
  • Evitar usar medicamentos para a tosse, sem indicação do médico;
  • Vestir roupa adequada à temperatura, evitando alterações bruscas.

A pneumonia nem sempre é contagiosa, mas sua transmissão é mais frequente em casos de pneumonia viral, mesmo durante o tratamento. Assim, os pacientes devem utilizar máscaras e evitar tossir, ou espirrar, perto de outras pessoas, especialmente crianças, idosos ou pacientes com doenças que enfraquecem o sistema imune, como Lúpus ou HIV.

O tratamento pode demorar até 21 dias e, durante esse período, é aconselhado ir no hospital apenas se os sintomas piorarem ou se não melhorarem após 5 a 7 dias. Veja o que comer para curar a pneumonia mais rápido.

Como é feito o tratamento no hospital

O tratamento no hospital é mais comum nos casos de pneumonia bacteriana, pois a doença evolui muito rapidamente, podendo colocar em risco a vida do paciente. Por isso, é importante ficar internado para receber os medicamentos diretamente na veia e manter uma avaliação constante de todos os sinais vitais até que a doença esteja controlada, o que pode demorar até 3 semanas.

Além disso, durante o internamento também pode ser necessário ficar com uma máscara de oxigênio para diminuir o trabalho do pulmão e facilitar a recuperação.

Nos casos mais graves, que são mais frequentes em idosos, crianças ou pacientes com doenças autoimunes, a doença pode evoluir muito e impedir o funcionamento dos pulmões, sendo necessário ficar internado em uma UTI para garantir a respiração com um ventilador, que é uma máquina que susbtitui o pulmão durante o tratamento.

Sinais de melhora

Os sinais de melhora incluem redução da dificuldade para repirar, melhora da falta de ar e diminuição da febre. Além disso, quando existe a produção de secreções, é possível observar a alteração da cor que vai passando de esverdeada, para amarela, esbranquiçada e, finalmente, transparente, até desaparecer.

Sinais de piora

Os sinais de piora são mais frequentes quando o tratamento não é iniciado logo ou quando o paciente tem uma odença imune, por exemplo, e incluem o aumento da tosse com catarro, presença de sangue nas secreções, piora da febre e aumento da falta de ar.

Nestes casos, geralmente, é necessário ficar internado no hospital para começar o tratamento com medicamento diretamente na veia, pois apresentam melhor eficácia.

Veja alguns remédios caseiros que podem facilitar e completar o tratamento recomendado pelo médico.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...