Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tomar remédio sem saber que está grávida prejudica o bebê

Tomar remédio sem saber que está grávida pode, em alguns casos, prejudicar o bebê porque alguns componentes do medicamento podem atravessar a placenta, provocando aborto ou malformações. Os medicamentos mais perigosos são aqueles que possuem o risco D ou X, como Metotrexato ou Penicilamina, por exemplo.

Se a gestante tomou algum medicamento no período em que ainda não sabia que estava grávida deve informar o obstetra da data, nome e quantidade do medicamento usado para verificar a necessidade de fazer exames mais específicos, como amniocentese para avaliar a saúde do bebê.

Embora possam surgir complicações em qualquer momento da gravidez, as chances de prejudicar o desenvolvimento do bebê são maiores durante os primeiros 3 meses de gravidez e por isso a toma de medicamentos durante a gravidez é mais perigosa logo no início da gestação.

Como saber quais são os remédios que podem prejudicar o bebê

Para saber se o medicamento pode prejudicar o desenvolvimento do bebê deve-se ler a bula, sendo que os medicamentos com risco D e X, na maioria dos casos são proibidos em todas as fases da gravidez porque está comprovado que provocam aborto ou alterações graves no desenvolvimento.

Tomar remédio sem saber que está grávida prejudica o bebê

Além disso, os medicamentos com risco B e C também são desaconselhados para usar durante a gravidez porque não existem estudos que comprovem quais são os seus efeitos colaterais.

Remédios que podem ser usados durante a gestação

Existem alguns remédios que podem ser usados durante a gravidez, que são aqueles descritos na bula com risco A, porém sempre sob indicação do obstetra. Alguns remédios que são liberados na gravidez incluem o Ácido fólico, Retinol A, Piridoxina, Vitamina D3 e Liotironina, por exemplo.

Como reduzir o risco de o bebê ter complicações?

Depois de confirmar a gravidez e para reduzir o risco do bebê desenvolver complicações só se deve tomar os remédios receitados pelo obstetra e ler a bula sempre antes de usar o remédio para verificar se existe risco e quais são os efeitos colaterais que podem ocorrer. ​

Remédios indicados pelo médicoRemédios indicados pelo médico
Ler a bulaLer a bula

É também importante estar atenta a alguns remédios naturais e chás que não são indicados, como chá de bolbo, cavalinha, castanha da Índia, por exemplo. Conheça a lista completa dos chás que a grávida não deve tomar.

Além disso, a grávida deve evitar bebidas alcoólicas e alimentos que contenham adoçantes artificiais porque possuem substâncias que podem se acumular no organismo do bebê podendo provocar atraso no desenvolvimento.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...