Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
Fechar Coronavírus: Informações sobre COVID-19 Ler mais
O que você precisa saber?

Sintomas de cisto na mama e como diagnosticar

O aparecimento de cistos na mama pode ser percebido em alguns casos por meio da dor na mama ou presença de um ou vários caroços na mama que são percebidos durante o toque. Esses cistos podem aparecer em mulheres de qualquer idade, no entanto é mais frequente em mulheres a partir dos 40 anos.

O diagnóstico do cisto na mama deve ser feito pelo mastologista ou ginecologista por meio de exame físico, mamografia e ultrassonografia, em que é possível identificar a presença do cisto e suas características. Na maioria dos casos não é necessário tratamento específico, no entanto caso seja verificado no exame algum sinal de malignidade, o médico pode indicar a realização de tratamento específico.

Sintomas de cisto na mama e como diagnosticar

Sintomas de cisto na mama

Na maior parte das vezes, a presença de cisto na mama não provoca sintomas, passando desapercebido pela mulher, mas em alguns casos ele pode causar dor e sensação de peso no seio. No entanto, quando o cisto cresce ou quando existem vários cistos pequenos, podem surgir os seguintes sintomas:

  • Dor difusa em toda a mama;
  • Presença de um ou de vários caroços na mama, que podem ser percebidos ao toque;
  • Sensação de peso na mama;
  • Inchaço da mama.

O cisto pode afetar uma ou as duas mamas, e costuma aumentar de tamanho durante o período menstrual, reduzindo novamente logo em seguida. Quando não diminui, é importante ir ao médico para se sejam feitos exames para verificar se há sinais de malignidade e se há risco do cisto na mama ser transformado em câncer, apesar dessa transformação ser rara de acontecer. Veja quando o cisto na mama pode virar câncer.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da presença de cisto na mama deve ser feito pelo mastologista ou ginecologista por meio de exame físico e exames de ultrassom das mamas ou de mamografia, para que seja identificado o cisto, tamanho e suas características, podendo ser feito a classificação do cisto em três tipos principais:

  • Cistos simples, que são macios, cheios de fluidos e possuem paredes regulares;
  • Cistos complexos ou sólido, que possuem em seu interior regiões sólidas e possui bordas mais grossas e irregulares;
  • Cisto complicados ou espesso, que são formados por um líquido mais espesso, parecido com gelatina.

A partir da realização dos exames e classificação dos cistos, o médico pode avaliar se existe suspeita de malignidade, podendo ser necessária a realização de uma biópsia e, em alguns casos, cirurgia para remover o cisto. No entanto, na maioria dos casos os cistos correspondem a alterações benignas, não sendo necessário tratamento específico. Entenda como é o tratamento para o cisto na mama.

Veja também como fazer o autoexame da mama para verificar se há sinais indicativos de cistos na mama:

Bibliografia >

  • BREASTCANCER.ORG. Breast Cysts. Disponível em: <https://www.breastcancer.org/symptoms/benign/cysts>. Acesso em 14 Fev 2020
  • WEBER, Andressa A. P.; CORTE, Ezequiel D.; VARGAS, Vera Regina A. Análise de exames citopatológico de mama e mamográficos no diagnóstico das doenças da mama, Santo Ângelo (RS), Brasil. Rev Bras Mastologia. Vol 22. 4 ed; 124-130, 2012
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem